Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 25 de junho de 2018

O Pedro de Valdivia queima sua abóbora

Os alunos desfilaram com a hortaliça gigante

R. HABA VILLANUEVA DE LA SERENA
24/05/2018

 

O instituto/liceu Pedro de Valdivia celebrou um ano mais a queima da abóbora. Em torno de esse ato teve multidão de atividades, todas elas em torno de uma tradição que nasceu faz mais de trinta de anos e que se tem modificado no tempo.

Na década dos oitenta celebrava-se o flatulencia detrás de a abóbora capa em andores pelas ruas mais centralizadoras da localidade e seguida/continuada de alunos e professores disfarçados. Era à tarde e acabava numa festa noturna nalguma discoteca.

Agora se faz na jornada letiva e o flatulencia é mais curto (só/sozinho pela avenida de Chile). Teve um concurso de disfarces, atuações musicais, um torneio de xadrez, concurso e degustação de bolos, um concerto de piano, pequeno-almoço de {churros} com chocolate e a inauguração de um mosaico com mais de 17.000 {teselas} realizado pelos alunos.

As notícias mais...