Menú

El Periódico Extremadura | Sábado, 22 de septembro de 2018

A nova escola profissional terá três especialidades e 45 alunos

Outras 15 pessoas formarão a equipa diretiva e o Sexpe expõe os requisitos. A grande novidade é a especialidade de promoção turística da localidade

RAÚL HABA prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com DON BENITO
12/12/2017

 

Don Benito vai a desenvolver uma nova escola profissional (denominação das antigas escolas oficina) com o nome de Museu 2.0 financiada pela Junta de Extremadura com uma quantia de 746.951 euros com contribuição de 100.000 euros da Câmara Municipal. Segundo a vereadora de Regime Interior e Finanças, Yolanda Tomillo, terá três especialidades com 15 alunos-trabalhadores cada uma, totalizando 45 alunos-trabalhadores. Dita convocatória vai dirigida exclusivamente a projetos com formação destinada a obter certificados de profissionalismo.

A primeira especialidade é a de promoção turística local e informação ao visitante. Seu objetivo será promover e comercializar destinos turísticos locais, gerindo serviços de informação turística e participando na criação, comercialização e gestão de produtos e serviços turísticos do ambiente local, utilizando, em caso necessário, a língua inglesa. Se fará uma análise quantitativo e qualitativo do sector turístico em Don Benito, e os serviços que o integram. Com isso se gerirão, controlarão, melhorarão em qualidade, conhecerão e difundirão os sectores turísticos (hotelaria, viagens, oferta turística) da localidade e região.

CONSTRUÇÃO / A segunda especialidade será a de treinador em construção. Desenvolverão os acabados de pavimentos, {paramentos} verticais e falsos tetos da alargamento do Museu Etnográfico de Don Benito, com o objeto de unificar todas as salas. Também se atuará no cemitério municipal. Os alunos-trabalhadores se encarregarão da pavimentação da zona de estacionamentos e acessos com a colocação de paralelepípedos de dois tipos (betão e granito). Igualmente se projeta um acerado paralelo à fachada mediante laje de betão e meio-fio perimetral, e saneamento desde as fachadas lateral e posterior.

A terceira especialidade será a de pintura decorativa em construção. Os alunos-trabalhadores se encarregarão de embelecer e acabar tetos dos locais que farão parte da alargamento do museu etnográfico. Do mesmo modo, se levar a cabo o arranjo e decoração de elementos do cemitério (muro exterior, ou porta de acesso, com o {repintado} de serralharia exterior de portas e grades.

O objetivo desta escola profissional é formar e {cualificar} aos participantes, para além de procurar uma inserção laboral real dos participantes que colaboram no projeto, bem através de práticas ou de trabalho.

A DIREÇÃO / A equipa treinador está formado por um diretor, coordenador de formação, coordenador de construção, um gestor, dois monitores de construção, dois monitores de promoção turística e atenção ao visitante, dois monitores de pintura decorativa, um monitor de inglês, um monitor de prevenção de riscos laborais, um auxiliar administrativo, um contínuo-condutor e uma limpadora.

Ao todo serão contratadas sessenta pessoas, 45 como alunos-trabalhadores e outros 15 comporão a equipa treinador. Os requisitos para ter praça/vaga estão expostos no Sexpe.

As notícias mais...