Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 21 de septembro de 2018

Negam que a {Sierrecilla} esteja abandonada, mas à espera de plantar oliveiras

O vereador de Agricultura diz que está previsto semear 27 hectares

RAÚL HABA
30/05/2018

 

A quinta municipal a {Sierrecilla} não está abandonada, segundo deixo claro ontem o vereador de Agricultura de Don Benito, Juan Antonio Merino, respondendo às críticas efetuadas faz uns dias pela porta-voz do grupo municipal popular, María José Valadés, quem disse que estava cheia de «{cardenchas} e más ervas».

Merino sublinhou que «a quinta não está abandonada, mas se encontra pendente da plantação de oliveiras». Segundo o vereador, «se mudou o cultivo de ameixeiras por olivais devido a que o mercado atual da fruta não favorece à plantação de ameixeiras e repercutiria negativamente na sementeira/semeia de um cultivo que não geraria benefícios. No entanto, e devido às circunstâncias que oferece o mercado o oliveira, este apresenta maiores/ancianidade possibilidades», assegurou,

Neste sentido, já estão reservadas as plantas de oliveiras à espera de que a quinta esteja preparada. O atraso na sementeira/semeia se deve a que temos de ser feito um processo prévio de licitação e adjudicação do projeto que leva seu tempo. Além disso, durante os últimos meses, as trovoadas têm dificultado os trabalhos de instalação do rega para a plantação das 27 hectares iniciais e a construção da nave, argumentou o vereador.

Merino esclareceu também que «não se estão a reduzir salários com a mudança de cultivo, porque precisamente na empresa municipal {Agrimusa} se têm incrementado e com maior qualidade laboral dos empregados».

Em relação à localização da jangada de água, Merino acusa à porta-voz do PP de desconhecimento, pois «tem que ir situada onde se está realizando, isto é no meio, não por gosto nosso, mas a que é o ponto onde há água e onde a topografia do terreno e as cotas o aconselham para conseguir um maior poupança energético».

As notícias mais...