+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O município desdobra uma larga/ampla programação dedicada à mulher

Terá uma homenagem às mulheres da Geração de 27 ‘As {Sinsombrero}’. O lembrança à escritora Isabel Gallardo também terá repercussão

 

A corrida/curso da mulher, previsto para o 7 de Março, é o evento mais multitudinário da programação. - EL PERIÓDICO

RAÚL HABA prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com VILLANUEVA DE LA SERENA
01/03/2020

Villanueva de la Serena vai a desenvolver de 4 a 19 de Março um largo programa de atividades organizadas pela Pelouro de Igualdade por ocasião do Dia Internacional da mulher, que se celebra o 8 de Março.

Para os dias 4, 11 e 17 de Março se têm programado três sessões sobre/em relação a inteligência emotiva em A {Jabonera}. Serão de 17.00 a 18.30 horas, sob o título Eu sou mulher. Também, o 5 de Março, às 21.00 horas, no teatro As Vegas, há programado um espetáculo intitulado Mulheres tinham que ser, e que consistirá numa conferência musical com a voz de Alberto Moreno e com Rosa Borrachero ao dança.

As mulheres da Geração de 27, as chamadas As {Sinsombrero}, serão protagonistas na atividade programa prevista para o dia 12 de Março. Foram escritoras, artistas, {pensadoras}, intelectuais e rebeldes que desafiavam à sociedade naquela época. Mulheres, segundo a vereadora de Igualdade, Consolo León, que desempenharam um papel fundamental na história e que não aparecem nos manuais. Na atividade que homenageará a estas mulheres participarão {Candela} Chaves, médica em História; Purificación Reja, professora de Literatura e Luzia {Sócam}, {cantautora}. O ato será conduzido por Jesús Alonso.

Por outro lado, o professor, filólogo e {folclorista} Juan Rodríguez Pastor oferecerá uma conferência o 19 de Março em A {Jabonera} sobre/em relação a a escritora Isabel Gallardo. Nesta atividade poder-se-ão degustar tapas elaboradas com as receitas extraídas do livro de cozinha de Isabel Gallardo e que estarão elaboradas por mulheres da associação Renascer.

Na sexta-feira 6 de Março, no palácio de congressos de Villanueva, se representará a obra ¡Que {jarta} estou de {limpiá}!, a cargo da monologuista Pepa Guillén.

Um dos atos centrais desta programação será a {décimoquinta} edição da Corrida/curso da Mulher que, embora é um evento desportivo e lúdico, não se pode perder de vista seu carácter reivindicativo, recorda León. «Tudo isso porque segue/continua existindo desigualdade e enquanto tenha uma só vítima da violência de género, temos de seguir/continuar reivindicando e lutando pela igualdade». Será o 7 de Março e a madrinha local será {Juani} Casillas Suárez, fundadora duma empresa de transporte público e privado, para além de condutora de camiões. A inscrição subida dois euros e irá destinada à associação contra o cancro e {ELA} Extremadura.