+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A jazida de A Mata será declarado Bem de Interesse/juro Cultural

É um dos melhores expoentes dos centros de poder/conseguir rurais . Está situado entre La Serena e as Vegas Altas, perto de La Coronada

 

Yacimiento de La Mata, no termo de Campanario. - EL PERIÓDICO

RAÚL HABA prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com CAMPANARIO
22/02/2020

O Diário/jornal Oficial da Extremadura (DOE) publicou ontem a resolução da Conselheria de Cultura da Junta de Extremadura pela que se instaura processo de declaração de Bem de Interesse/juro Cultural a favor do conjunto/clube arqueológico de ‘La Mata’, no concelho de Campanario, com a categoria/escalão de Zona Arqueológica.

O edifício de La Mata, considerado como residência das elites rurais durante o período {postorientalizante}, supõe um dos melhores expoentes dos centros de poder/conseguir rurais erigidos como lugares de referência.

Este edifício protohistórico de ‘La Mata’ se localiza entre as regiões de La Serena e as Vegas Altas do Guadiana, a meio caminho de Medellín e Penhasco {Roano}, no concelho de Campanario, embora muito próximo ao de La Coronada.

No próprio texto, e com o fim de garantir a proteção deste enclave, se estabelece uma descrição clara e precisa tanto/golo do bem como da delimitação do ambiente necessário para sua correta conservação ou contemplação.

La Mata é um edifício de traçado e distribuição regular/orientar. Em sua configuração espaço-funcional, se evidencia parte dessa transformação nos modelos produtivos e redistributivos dos recursos num meio rural.

Como resultado de remodelações e acrescentados, a edificação apresenta uma planta em forma de ‘Ou’, aberta ao este e parcialmente apertada por um potente contraforte de {adobe}, levantado sobre/em relação a um {zócalo} de pedra de largura diversa, que, nalguns troços de seu percurso/percorrido, ainda conserva 2,50 metros de altura.

O interior do edifício se compõe de seis quartos estreitos e prolongadas, de orientação Este-Oeste, que, articuladas a partir de um grande corredor transversal de desenvolvimento Norte-Sul, parecem definir três âmbitos arquitetónico-funcionais dentro da {polivalencia} geral que carateriza ao conjunto/clube. Além disso, cada um destes espaços estaria constituído, por sua vez, por dois quartos comunicados entre sim, mas com uma única saída ao corredor.

O edifício protohistórico de ‘La Mata’ deixa entrever uma estruturação complexa e modular que participa das diversas tradições arquitetónicas orientais constatadas de um extremo a outro do Mediterrâneo a partir da expansão {colonial} de {fenicios} e gregos. Na Península Ibérica, oferece especial interesse/juro o processo arquitetónico ligado à fase {colonial} ou {orientalizante}.