Menú

El Periódico Extremadura | Terça-Feira, 19 de junho de 2018

{Agroexpo} já tem assegurado o cheio a um mês de sua celebração

Segundo o diretor-geral de Feval, faz semanas que não fica um metro livre

RAÚL HABA prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com DON BENITO
23/12/2017

 

A Feria Internacional de Agricultura {Agroexpo} apresenta para sua edição de 2018 umas fenomenais perspectivas. Celebrar-se-á em finais de Janeiro em Feval e desde há mês e meio «não há nem um só/sozinho metro quadrado disponível», segundo manifestou o diretor-geral da Instituição Da feira, Manuel Gómez, num pequeno-almoço informativo natalício. «Estamos colapsados e com lista de espera. Isso quer dizer algo, apesar da forte seca que afeta ao sector. Quer dizer que as empresas confiam em Feval e além disso nos vêem como uma ponte até Portugal», assinala Gómez.

Segundo o diretor-geral «está difícil superar a fasquia do ano passado, no qual além disso tivemos a visita dos Reis de Espanha». Nesse sentido Gómez antecipa que «{contaremos} com apoio institucional português».

O trabalho de captação de expositores para a próxima edição de {Agroexpo} fecha um exercício de 2017 em Feval com um alto grau/curso universitário de satisfação para seu diretor-geral. Pela primeira vez Feval tem saído fora de Extremadura para trabalhamos/trabalhámos montando uma feira para a Assembleia provincial de Huelva, destacou o máximo responsável da instituição. E no âmbito hoteleiro, Feval tem ganho neste ano o prémio à melhor tampa/petisco de A {Velá}.

Em relação ao resto do calendário da feira desenvolvido, Feval tem conseguido consolidar em 2017 as feiras já existentes. E, sobre/em relação a o centro tecnológico, Gómez apontou que «temos posto as bases para descolar em 2018. Queremos estar fortes para dar suporte às empresas extremenhas e que não tenham que sair a Madrid ou Barcelona», destacou.

As notícias mais...