Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 20 de septembro de 2019

A vida secreta de {Ralph} {Lauren}

O documentário ‘{Very} {Ralph}’ se estreará em {HBO} em Novembro

MIREYA ROCA epextremadura@elperiodico.com BARCELONA
11/08/2019

 

{Ralph} {Lauren} (Nueva York, 1939), modisto, empresário e impulsor da moda casual, protagonizará {Very} {Ralph}, um documentário que mostrará o lado mais íntimo e pessoal do desenhador estado-unidense. Este novo lançamento de {HBO} está produzido e dirigido pela cineasta Susan Lacy (artífice de documentários sobre/em relação a {Steven} {Spielberg} e {Jane} {Fonda}, no 2017 e o 2018, respetivamente), que quer oferecer ao mundo a desconhecida figura que há detrás do império têxtil internacional {Ralph} {Lauren} {Corporation}, conhecido {mundialmente} por seu célebre logótipo, seus icónicos pólos, suas camisolas de ponto, suas emblemáticas calças, seus perfumes e até também sua linha para o lar.

A fita, que se estreará o próximo 12 de Novembro em todas as plataformas {HBO}, relata como aquele menino do Bronx deu o salto à indústria da moda até converter sua marca em tudo um referente: seus primeiros passos, como reagiu às críticas e como {ingenió} suas criativas campanhas publicitárias. Também não faltam cenas nas que o criador fala de sua mulher, {Ricky} {Lauren}, sua família e dalguns de seus melhores momentos nos 50 anos de história de sua marca. Também há entrevistas com seus colegas e outras personalidades influentes da indústria {fashion} como Hillary Clinton, {Anna} {Wintour}, {Calvin} {Klein}, {André} {Leon} {Talley}, {Robin} {Givhan}, seu discípulo {Jason} {Wu}, o desaparecido {Karl} {Lagerfeld} e algumas modelos da talha de Linda Evangelista, {Cindy} {Crawfort} e {Naomi} {Campbell}, entre outros.

{Ralph} {Lifschitz}, nascido numa modesta família judia de origem russa, cursou economia, mas abandonou cedo seus estudos para concentrar-se no design na moda. Sendo um adolescente, sua primeira grande paixão foram as estrelas de Hollywood. É esta fascinação a que lhe levou aos 26 anos a mudar seu apelido pelo de {Lauren}, em homenagem à atriz {Lauren} {Bacall}. Aos 28 anos, o criativo abriu seu primeiro negócio de gravatas com um empréstimo de 45.000 euros. Em 1972, lançou seus clássicos pólos. Em 1974, chegou seu {consagración} como desenhador ao vestir a Robert Redford em O grande {Gatsby}.

Quarenta e cinco anos depois, {Ralph} {Lauren} tornou-se em tudo um símbolo que encarna o sono/sonho americano, com 111 {boutiques} em todo o mundo. No 2018 faturou mais de 5.500 milhões de euros, situando-se entre os cem estado-unidenses mais ricos, no posto 71, segundo a revesta {Forbes}.

O passado Junho, o príncipe Carlos distinguiu ao criador com a Ordem/disposição do Império Britânico pelas doações de carácter benéfico que fez ao Reino Unido, mas também por outra razão muito especial: a relação tão próxima que mantinha com a princesa Alvo de {Gales}.

As notícias mais...