Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 29 de março de 2020

TVE-1 estreia a segunda época de ‘Prodígios’

{Nacho} {Duato}, {Ainhoa} {Arteta} e Andrés Salado repetem como júri no ‘{talent} {show}’

REDACCIÓN epextremadura@elperiodico.com MADRID
15/02/2020

 

Tras o êxito de crítica e público da primeira época, os amantes da música instrumental, o canto lírico e a dança têm desde/a partir de hoy (22.05) uma cita/marcação/encontro semanal em TVE-1 com a segunda edição de Prodígios, o {talent} {show} musical produzido por RTVE em colaboração com {Shine} Iberia. La cantora lírica {Ainhoa} {Arteta}, membro do júri, recordou que Prodígios é um programa «que não pode não existir. Um programa único, que aposta em a cultura branca, acessível e divertida». Seu colega no júri, {Nacho} {Duato}, exdançarino e coreógrafo, recordou que fazendo o programa se tem sentido menino outra vez: «Dalguma forma {vuelvo} a minha juventude, mas aos jovens lhes digo sem medo o que me parece bem ou mau. E ainda que me {considero} muito rígido e muito nórdico, aqui tenho chorado muito, me tem saído o Mediterrâneo por todos os poros».

O terceiro membro deste júri, o diretor de orquestra Andrés Salado, pediu apoio à profissão para um programa assim: «É uma porta muito bonita para que as pessoas conheça nosso mundo». Alguns dos pequenos prodígios falaram de sua experiência. Para o jovem musical Miguel «foi uma {experienca} fantástica, com companheiros/colegas muito simpáticos e muitas horas de convivência e ensaios».

Sua companheira Adriana Puértolas, dançarina, se levou de Prodígios «uns companheiros/colegas incríveis e um júri que nunca {soñé} conhecer. Foi um grande esforço e muito estreitamente, mas a recompensa foi chegar até aqui». «Hoy me sinto {superdivaza}» brincou {Candela}, da disciplina de canto lírico: «Me tem vindo a recolher um {cochazo} e me tenho sentado detrás», brincou.

O apresentador do programa, Boris Izaguirre, apontou que o bom recebimento da primeira edição permitiu fazer esta segunda «e nos deu um prémio de emoção e expectativa. O programa tem crescido. O menino se nos fez grande». Prodígios põe em valor o futuro das disciplinas clássicas através do talento das novas gerações, aproximando ao grande público a música clássica mediante uns jovens que conciliam sua paixão pelas artes clássicas com a cultura do esforço. La segunda edição de Prodígios contará com estrelas convidadas como Miguel Ríos, {Sole} {Giménez}, Miguel Poveda, Ara {Malikian}, Diana Navarro e Índia {Martínez}. Esta noite chegam os nove primeiros candidatos, três de cada disciplina. Entre os primeiros artistas se poderá ver a uma jovem compositora com uma voz espetacular, uma fã de Ara {Malikian}, Ana Molina, um adepto à costura ou um seguidor de Luciano Pavarotti. Para coroar a espetacular gala de estreia, Miguel Ríos, ícone do rock espanhol, interpretará seu tema Tudo a pulmão.

As notícias mais...