Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 14 de dezembro de 2017

A polémica persegue à série ‘Por 13 razões’

3 A produtora, {Selena} {Gomez}, defende o retrato «honesto» do suicídio juvenil

REDACCIÓN
19/06/2017

 

Por 13 razões tornou-se num dos últimos êxitos de {Netflix}. Para além de levantar a polémica por sua forma de abordar o suicídio adolescente e o {bullying}, a série produzida por {Selena} {Gomez} chegou a ser a mais {tuiteada} no que vai de ano, o que demonstra seu puxão, sobretudo entre os jovens. Mas muitos se perguntavam como se apresentaria uma segunda época, se a primeira entrega já tinha coberto o romance de {Jay} {Asher} na qual se baseava e terminava com a anunciada morte da protagonista, algo que se sabe desde o primeiro capítulo.

{Netflix} tem limpo algumas das dúvidas do que se verá nos novos episódios da controversa ficção num evento celebrado em {Beverly} {Hills}, o {FYSee} {Space}, onde avança suas novidades dos próximos meses. E sim, a protagonista, {Katherine} {Langford}, que dá vida a {Hannah} {Baker}, seguirá/continuará aparecendo nos novos episódios, mas agora serão os companheiros aos que acusou de levá-la a acabar com sua vida nas fitas de {casete} os que darão seu ponto de vista do que aconteceu.

12 VERSÕES / «{Hannah} deu sua versão dos factos/feitos, mas há pelo menos 12 rapazes que têm outra versão do que passou e que ainda não temos ouvido», afirmou {Brian} {Yorkey}, criador da série. «Mesmo assim, não acredito/acho que {Hannah} não dissesse a verdade nas fitas. Ela reclamou sua voz, que era o que lhe tinham retirado», acrescentou, aludindo a um recrimine (referente a que {Hannah} {tergiversaba} a verdade) que alguns dos personagens {echaban} em face à protagonista na primeira época.

A polémica tem acompanhado a Por 13 razões desde sua estreia, já que alguns sectores a têm acusado/arguido de {glamurizar} o suicídio adolescente. Em Nova Zelândia, não está recomendada aos menores de 18 anos, uma nota até agora não utilizada no país, enquanto em EUA, {Canadá} e Austrália denunciaram que esta produção «expõe aos espectadores ao risco de suicídio». De facto, na semana passada um jovem peruano de 23 anos retirou-se a vida replicando o {modus} {operandi} de {Hannah} {Baker}, deixando uns {audios} após sua morte. Segundo informaram meios peruanos, Franco Alonso Lazo Medrano era um engenheiro industrial que «não suportou um desapontamento {amorosa}» e se atirou ao vazio desde o quarto apartamento de seu apartamento em {Arequipa}. Em dois notas {manuscritas}, o jovem se despede de sua amada e deixa instruções para que determinadas pessoas para que os destinatários ouçam umas gravações, metodologia similar à do personagem de {Hannah} {Baker} na série.

Como a controvérsia persegue à série em todo o mundo, sua produtora executiva, {Selena} {Gomez}, mesmo tem tido que sair à {palestra} para defendê-la: «{Entendí} que a trama era difícil, mas os meninos de hoje em dia estão expostos a coisas que eu nunca teria compreendido quando tinha 8 anos. Sinto que se isto é do que queremos falar, temos que fazê-lo duma maneira honesta, tem que ser real e manter-se fiel ao livro», explicou {Gomez}.

Embora reconheceu que seu «conteúdo é complicado, escuro e tem momentos difíceis de digerir», a atriz e cantora incidiu no objetivo de que a série sirva para «abrir uma porta para que as pessoas aceite o que passa e trate de mudá-lo».

Faz umas semanas, os responsáveis de {Netflix} anunciaram que os capítulos de Por 13 razões irão acompanhados de um aviso de que o conteúdo da {serire} pode ferir a sensibilidade dos espectadores. Enquanto, a equipa salientou que os atores estiveram sempre em contacto com psiquiatras que lhes orientaram na hora de interpretar as cenas (algumas delas muito delicadas, desde o suicídio à violação), fugindo da exagero.

«Minha principal preocupação era ser fiel e honrar aos pais que têm sofrido e vivido o inimaginável», afirmou {Kate} {Walsh}, que interpreta à mãe de {Hannah}. ¿Proporcionarão os novos episódios um pouco/bocado de paz a seu personagem e ao atormentado {Clay} (Dylan Minnette)?

As notícias mais...