+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

‘Segurança vital’ volta a TVE com Carlos García-Hirschfeld

El programa aborda em sua nova edição temas relacionados com a mobilidade sustentável

 

Carlos García-Hirschfeld dirigirá o programa de TVE ‘Segurança vital’. - A NOZ PRODUÇÕES AUDIOVISUAIS

REDACCIÓN epextremadura@elperiodico.com MADRID
04/02/2020

TVE recupera Segurança vital, um formato no qual o apresentador Carlos García-Hirschfeld fala de condução responsável e mobilidade sustentável. Após um primeiro programa no qual se abordou o perigo que supõe o telemóvel para a condução, a segunda emissária analisa, este domingo (09.00 horas), as imprudências de muitos ciclistas.

El espaço, de 30 minutos, tem como objetivo seguir/continuar trabalhando na consciencialização via para reduzir o número de mortos e feridos nas estradas. Os contidos de Segurança vital procuram fomentar a condução responsável duma maneira entretida e rigorosa.

Os reportagens dão voz aos maiores/ancianidade peritos de cada tema, mostram as novas formas de transporte até um modelo mais sustentável e olham até {Iberoamérica} e o resto do mundo para conhecer o estado da segurança via noutros países.

os ciclistas, protagonistas / «Está bem que uma televisão pública aposte em um conteúdo de segurança via e ajude à educação e divulgação, essenciais para melhorar as cifras. É muito difícil conseguir os melhores condutores se não há uma formação da segurança via», explica Carlos García-Hirschfeld.

No 2018 teve em Espanha 58 ciclistas vítimas mortais em acidentes de viação. Em muitas ocasiões são os condutores os que põem em perigo a um dos grupos mais vulneráveis, mas o programa quis concentrar-se, nesta ocasião, nas imprudências que cometem os ciclistas.

«Em cada emissão há um vídeo no qual {mostramos} as coisas que fazemos mau quando vamos em bicicleta, mota, carro/automóvel ou quando somos peões. Nesta ocasião, parece-nos muito importante denunciar o que fazemos mau quando vamos em {bicicileta}, mas falamos de muitas coisas mais», comenta.

Os testemunhos de Juan Diego Romero, lesionado medular após um acidente de mota, e Antonio Carmona são outros dos temas que o programa aborda nesta segunda emissária.

El líder e cantora do mitológico grupo {Ketama} recorda as experiências vividas ao volante de seu primeiro carro/automóvel, um SEAT 600, levando de digressão a o seu pai, Juan Habichuela. Também relata os dois acidentes que tem sofrido ao volante, um deles viajando com suas duas filhas no carro/automóvel.

«Procuramos sempre personagens famosos que possam enviar mensagens essenciais à audiência, porque quando eles contam suas experiências, a mensagem tem maior/velho impacto», relata García-Hirschfeld.

«Além disso, sempre explicam curiosidades divertidas que aligeiram um pouco/bocado mais o programa. Antonio incidiu muito em ir sempre com o cinto e a uma velocidade adequada à via», confessa.

Durante o ano 2019, se produziram 1.007 acidentes mortais nas estradas espanholas, nos que morreram 1.098 pessoas. Delas, um 20% não levava o cinto de segurança abotoado. Cifras como estas demonstram a importância da educação na hora de reduzir o número de mortos e feridos na estrada.

Entrevistas a personagens famosos; visitas a colégios para que os meninos contem quanto sabem de segurança via e proponham ideias para reduzir a sinistralidade; testemunhos de vítimas de acidentes de viação, e uma dobro olhar ao futuro e ao passado da condução em Espanha formam um programa que pretende ser referente no mundo da segurança via.

Como novidade relativamente a anos anteriores, nesta ocasião Segurança vital aborda temas relacionados com a mobilidade sustentável «porque o mundo mudou e nos temos tido que adaptar ao que passa hoy», afirma Carlos. «Há uma sensibilidade dos políticos e cidadãos, que acreditam que temos que mover-nos duma maneira menos daninha para o planeta e que nos permita convivir melhor com o resto da pessoas», acrescenta. Nessa linha, o programa trata temas como novas formas de mobilidade, carros/automóveis partilhados, o uso dos {patinetes} elétricos na cidade e iniciativas como {Kiss} {and} {go}.

«Toda a gente está consciente de que se queremos poluir menos, temos que mover-nos de outro maneira: as {bicis} têm que estar nas cidades como um veículo mais, os {patinetes} têm que mover-se pela cidade, mas sempre respeitando as normas, e os condutores têm que pegar/apanhar menos o carro/automóvel e mais o transporte público. No fim, um dos benefícios da mobilidade sustentável é que é mais segura», conclui.