Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 1 de abril de 2020

«‘#{Luimelia}’ tem transferido fronteiras»

INÉS ÁLVAREZ
01/03/2020

 

Carol Rovira (Tarragona, 1989) interpreta a {Amelia}, uma jovem homossexual em Amar é para sempre (Antena 3) e em #{Luimelia} ({Atresplayer} {Premium}).

–¡Que original é este ‘{spin}-off’ de ‘Amar é para sempre’!

–Sim. Embora a mim gosto dizer que é um {spin}-off e um {reboot}, porque aos mesmos personagens lhes dão outra oportunidade para voltar a começar noutro contexto.

–Introduzir uma trama de amor entre duas mulheres em ‘Amar…’ foi {rompedor}.

–Tem tido um alvoroço maravilhoso e tem transferido fronteiras. Adoro a ideia de transferir fronteiras, porque não é o mesmo a situação que temos aqui --é que embora ainda temos de mudar coisas, temos avançado muito--, que num país onde a situação é muito pior. Que esta história tenha podido ajudar a mulheres de diferentes países nos que é delito amar a uma pessoa do mesmo sexo é o máximo a que se pode aspirar como atriz.

–¿Foi muito difícil voltar a construir um personagem?

–Nos disseram: «{Confiad}, porque o embrulho/envoltório já é diferente». A relação, que como ator é o que te preocupa mais, e o que tem mais importância, já a tinhamos construído nestes dois anos e não tínhamos que criar nada. Só/sozinho contar outra história. O dizíamos com Paula: «¡Que bonito, temos tido dois primeiras citações: uma nos 70 e outra em 2000 e pico!» [Ri] {Confiamos} no estreitamente facto/feito. E a linguagem, a estética, ao ser diferentes ajudam a que {partamos} de outro lugar.

–Estas séries tão {cortitas} dá para vê-las no metro ou o autocarro.

–[Ri]. Isso é o que dizemos sempre {nosotras}, mas uma fã nos rogou: «Por favor, não {digáis} isto! ¡Não {digáis} que é {cortita} para que a possamos ver! Queremos que seja muito longa. ¡A vamos ver em {bucle}!». Nos fez muita graça. O {vendemos} como algo que te podes retirar de em cima rápido e elas querem que dure.

–É que seus fãs som muito fãs.

–Sim. O que passa é que estamos num momento no qual há muita oferta e esta é uma maneira de animar à pessoas, já que não faz falta que {inviertas} muito tempo em vê-la. E se não te gosta, que não é o caso, que pelo menos não {hayas} perdido muito tempo nisto. É algo {cortito}, fresco… Todos os capítulos juntos duram uma hora e passa voando.

As notícias mais...