Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 20 de septembro de 2019

A OCDE constata um discreto papel da Formação Profissional em Espanha


11/09/2019

 

O que segue/continua tendo menos força em Espanha é a formação profissional (FP), uma etapa educativa de especialização à que o Governo socialista quis dar um impulso na última legislatura da mão da ministra de Educação e Formação Profissional, Isabel Celaá, que tem empreendido uma luta pessoal por devolver à FP o prestígio que um dia perdeu. Seu êxito foi desigual.

O estudo Panorama da Educação, que anualmente elabora a OCDE e que ontem apresentou o secretário de Estado, Alejandro Tiana, confirma que em Espanha só/sozinho o 33% dos regulados em ESO obtêm logo uma licenciatura de FP, enquanto a média da OCDE é do 40%. Relativamente às licenciaturas profissionais apenas há diferenças entre homens e mulheres. Isso sim, o âmbito da administração de empresas ou direito (62%) e saúde e serviços sociais (77%) está dominado por estudantes mulheres.

As notícias mais...