Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 17 de novembro de 2019

Nove mortos no naufrágio duma patera em {Lanzarote}

REDACCIÓN ARRECIFE
08/11/2019

 

O resgate do mar de outros quatro cadáveres elevou ontem a nove o número de falecidos no naufrágio duma patera na madrugada de quarta-feira nas costas de {Lanzarote}, informou a Delegação do Governo em Canárias. A embarcação capotou numa zona rochosa próxima à costa de {Caleta} de Cavalo, no município de {Teguise}, e quatro de seus ocupantes conseguiram alcançar a praia.

Nas trabalhos de resgate, na quarta-feira foram recuperados do mar cinco corpos, enquanto outros quatro apareceram ontem. Os testemunhos diferem quanto ao número de pessoas que viajavam na patera, que poderiam ser até 16.

Pelo menos 340 pessoas migrantes têm desaparecido ou falecido no mar tratando de alcançar costas espanholas durante o 2019. Segundo os dados da Organização Internacional para as Migrações ({OIM}), desde o 1 de Janeiro até ao 7 de Novembro de 2019 têm morto no mar caminho de Espanha pelo menos 324 migrantes. Neste apuramento não se incluem os falecimentos e desaparições na rota marítima até Canárias, se bem se tem documentado pelo menos a morte de 16 pessoas neste ano.

O secretário-geral de Andaluzia Acolhe, José Miguel Morales, assinalou que a redução no número de chegadas irregulares a Espanha tem a ver com os 170 milhões de euros que Espanha e a União Europeia deram a Marrocos «para que faça de {gendarme} da UE».

Segundo dados oferecidos nesta semana pelo Ministerio del Interior, a chegada de imigrantes irregulares a Espanha por via marítima e terrestre tem descido um 49% nos últimos dez meses em comparação ao mesmo período de 2018, mas subiu um 21% os que alcançaram Canárias em patera e um 49,4% os que chegaram desta maneira a Ceuta.

As notícias mais...