+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Unidas Podemos pede mais subsídio da Junta para os planos de emprego

Insta ao governo local a reduzir os «privilégios» de vereadoras

 

REDACCION PLASENCIA
03/12/2019

Unidas Podemos por Plasencia considera que «a gestão dos planos de emprego está fomentando a precarização salarial e a temporalidade dos contratos». Dado que a equipa de governo culpa à Junta pela subsídio que concede para estes planos, UP registou uma moção para que o próximo pleno, que se celebrará o dia 5, aprove solicitar à Junta que todos os planos de fomento de emprego temporal «incrementem de maneira significativa o subsídio por posto de trabalho de maneira que as entidades locais possam assumir presupuestariamente os custos laborais».

Também pedirá a reconversão de um percentagem das verbas de subsídio de emprego temporal em verbas/partidas de financiamento plurianual; que a Câmara Municipal realize um plano estratégico de emprego temporal e, face ao 2020, «um esforço orçamental consequente e suficiente».

Por outro lado, o grupo municipal registou uma segunda moção para reduzir os «privilégios» da corporação. Assim, propõe que as convites que recebam se reduzam à «representação institucional»; que os presentes que recebam se devolvam; que se distribuam segundo sua representatividade as 12 vagas do parque de esacionamento da porta Talavera que tem a Câmara Municipal a sua disposição para facilitar a assistência a atos institucionais e que se comprometam a fazer transparentes os ordenados.