Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 12 de dezembro de 2019

Um horto de concurso

Alunos, pais, professoras e voluntários da escola {Miralvalle} criaram e trabalhado um horto durante o curso com tantos detalhes que o centro decidiu apresentá-lo a um certame nacional

R. R.
08/07/2019

 

Este curso, a escola {Miralvalle} contou com um horto que foi ponto de encontro de numerosos alunos e pais. Porque tem tido tantos detalhes que mesmo o centro decidiu apresentá-lo a um concurso de carácter nacional.

O horto é tradicionalmente um projeto do qual se encarregam os alunos de terceiro de Primária. Segundo explica uma das tutoras implicadas, Patricia Calvo, participaram este curso 46 meninos, com a colaboração de os seus pais e de um voluntário que prefere guardar o anonimato, mas que foi o alma deste singular horto.

«Em Janeiro, se começou a preparar o terreno, com a colaboração da Câmara Municipal» e, à medida que passava o ano, iam plantando produtos: morangos, batatas, curgetes, melancias, melões, cebolas, tomates, {berengenas}, judias, {alcachofas}. Também têm elaborado com garrafas recicladas «bombas de vida para o milho» e, noutra zona, plantas como tomilho, orégão, romeiro, {curri}, {albahaca} ou poejo, para além de instalar rega por {goteo}.

Há até um cerejeira lápis, uma árvore dos desejos com paus de cores, uma casa {hurdana} e um espantalho elaborado por pais e filhos. Os pequenos têm plantado, têm recolhido, fizeram oficinas, medições, gráficos e até têm aprendido a elaborar {compost} com os restos de frutas e {lombrices} e a {echar} postvos do café para previr pragas.

Mas além disso, foi uma experiência solidária porque grande parte do colhido se o têm entregue ao centro de alzhéimer e ao hospicio de anciãos.

As notícias mais...