Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 18 de agosto de 2019

A situação do sociosanitário não é nova, segundo {Vergeles}

AGENCIAS MÉRIDA
20/07/2019

 

O conselheiro de Saúde da Junta de Extremadura, José María Vergeles, assinalou que a situação do centro sociosanitário de Plasencia «não é algo novo» e, precisamente, as medidas a tomar «estão todas incluídas e de forma programada», em diversos planos, como o III Plano Integral de Saúde Mental da Extremadura ou o Plano Estratégico de Saúde Laboral do {Sepad}.

Assim respondeu na quinta-feira no plenário/pleno da assembleia regional a perguntas do PP sobre/em relação a as medidas previstas para paliar a situação que denunciaram alguns profissionais do centro do {Sepad}.

Para além de {recordar} o investimento prevista num novo centro de longa estadia, anunciado já pela diretora-geral do {Sepad}, e melhorias na unidade de transtornos de conduta, o conselheiro salientou que estas são «medidas reais, que evitam uma alarma» que no seu entender está interessado em criar o PP entre profissionais e pacientes.

Por seu lado, a deputada do PP Consuelo Rodríguez, recordou que os trabalhadores «pedem mais segurança porque temem por suas vidas», já que «suportam cada dia insultos e agressões», frente a o qual, na sua opinião, Vergeles «mira para outro lado».

Um grupo de trabalhadores assistiu à sessão plenária da assembleia.

As notícias mais...