Menú

El Periódico Extremadura | Sábado, 25 de novembro de 2017

O PSOE critica a falta de previsão da Câmara Municipal diante da trovoada de segunda-feira

Considera que se deveriam ter tomado algumas medidas

ALEX DE MATÍAS PLASENCIA
31/08/2017

 

O grupo municipal do PSOE criticou ontem a falta de planificação da Câmara Municipal «diante da situação de alerta por fortes chuvas e trovoadas», segundo o comunicado que emitiu. Também, agradeceu o esforço realizado pelas forças de segurança e de emergência locais.

Concretamente, o PSOE se refere ao cenário vivido no parque da Ilha «e a situação crítica da zona pelo transbordamento do rio, o que provocou situações de máxima gravidade ao estar fechadas as comportas dos canais de banho» e tudo, enfatiza, «estando a cidade em alerta por fortes chuvas».

Para evitá-lo, considera que se podiam ter tomado medidas tais como «o fecho da zona da ilha ou a abertura das comportas da zona de banho, sobretudo quando a Câmara Municipal não tem um protocolo para situações de inundações em zonas da cidade», recorda o PSOE, antes de acrescentar que «tinham que ter sido mais precavidos e assim não assumir depois esse grande risco desnecessário». Também critica o desconhecimento do vereador de Ambiente, Luis Escanilla, sobre/em relação a se o crescimento do caudal se devia ou não à abertura da presa.

Também, na nota, o PSOE também agradece o esforço dos serviços de segurança e emergência «que se jogaram literalmente a vida por solucionar os problemas ocasionados em diferentes pontos».

As notícias mais...