Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 15 de novembro de 2018

O projeto da nova residência sai adiante sem votos contra

PSOE e Díaz votaram a favor e Ciudadanos e {PeC} se têm {abstenido}. Uma modificação do orçamento dará 300.000 euros ao plano de alcatroado de 2018

RAQUEL RODRÍGUEZ plasencia@extremadura.elperiodico.com PLASENCIA
09/06/2018

 

A Câmara Municipal de Plasencia decidiu transferir o plenário/pleno do mês de Maio ao dia de ontem para que desse tempo a ter pronto/inteligente/esperto o caderno de encargos da reabilitação dos pavilhões militares para sua reconversão em residência de maiores/ancianidade e licitarlo à maior brevidade. Assim, ontem o plenário/pleno aprovou o projeto e o folha e sem votos contra da oposição/concurso público. A favor votaram junto ao PP, o PSOE e Extremenhos, enquanto Ciudadanos e Plasencia em Comum abstiveram-se.

O presidente da Câmara Municipal e o vereador de Urbanismo apresentaram o projeto esta mesma semana à opinião pública, os vizinhos/moradores de {Miralvalle} e os presidentes de vizinhos. Segundo assinalou Fernando Pizarro, uma vez aprovado pelo plenário/pleno, o folha se publicará na site municipal (www.{plasencia}.é), previsivelmente na próxima semana, e as empresas terão 26 dias naturais para apresentar ofertas. O orçamento base de licitação será de 3,9 milhões de euros. A intenção é que a tramitação da adjudicação se realize durante o verão para que a obra possa estar adjudicada em setembro.

O prazo de execução da obra se tem fixado em 18 meses, com o que a residência poderia estar em pé no ano 2020.

O folha aprovada ontem no plenário/pleno tem dois novidades, incluídas em virtude da nova lei de contratos. Trata-se de dois {claúsulas} sociais, que destacaram tanto/golo Pizarro como o vereador José Antonio Hernández. Uma fixa que se destinarão até 20 pontos de um total de 100 a valorizar o acordo/compromisso de contratação de desempregados de longa duração. A outra supõe a concessão de 10 pontos como avaliação da alargamento do prazo de garantia da obra.

mudança nas contas / Este foi o ponto da ordem do dia mais importante do plenário/pleno de ontem, mas também se aprovou uma modificação orçamental por valor de 362.458,50 euros que levou o vereador de Finanças.

Um aspeto destacado nas verbas/partidas que se {suplementan} é o plano de alcatroado para neste ano. Segundo explicou Hernández, contava com um remanescente de 60.000 euros do ano passado e agora se lhe acrescentarão 240.000 euros, com o que a Câmara Municipal disporá de um total de 300.000 euros para investir na melhoria do pavimento de um lista de ruas que agora está preparando.

Também destaca o reforço na verba/partida de manutenção e prevenção de incêndios e para a criação de um plano de igualdade e se dão de baixa outras, como os 84.000 euros para a reabilitação do abside de São Roque, na Porta do Sol, já desnecessários porque uma empresa de restauração se encarregará de sua reabilitação para incluí-lo como parte de um restaurante de comida/almoço rápida, ao terlo alugado à Câmara Municipal por 20 anos.

As notícias mais...