Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 22 de outubro de 2018

A polícia faz pública a lista de objetos perdidos que armazena

Pela primeira vez, informa na web municipal para facilitar seu entrega. Em três meses, tem recolhido 155, dos que 97 foram entregues

RAQUEL RODRÍGUEZ plasencia@extremadura.elperiodico.com PLASENCIA
06/01/2018

 

En Maio do ano 2014, a policia municipal estreou um escritório de objetos perdidos no local que funciona a modo de piquete na rua do Rei. Agora, decidiu fazer pública a lista dos objetos que armazena para favorecer por isso as pessoas que os tenham extraviado possam ir a recolhê-los.

Assim, um lista com os objetos «perdidos, encontrados e reclamados» se pode consultar na site da Câmara Municipal (www.{plasencia}.é). Correspondem aos meses de setembro, Outubro e Novembro e a polícia anima a consultá-la e ir ao piquete. «Se {has} perdido algum objeto por Plasencia, aqui {dispones} da lista dos objetos perdidos, entregues e reclamados na escritório da Policia Municipal da zona centro. Se {eres} o proprietário de algum dos objetos, não {dudes} em ir a nós».

O escritório está situada na rua do Rei número 10 e se pode contactar com os agentes no telefone 927 42 85 99 e também através do correio electrónico {camarascentro@plasencia}.é.

Segundo o lista, de setembro a Novembro se perderam e levado à escritório um total de 155 objetos, dos que 97 já foram entregues a seus proprietários, mas ainda ficam 58 por entregar.

Estes são 7 óculos, cinco reguladas e dois de sol; 3 telemóveis, dois marca {BQ} e um de {LG}; 22 jogos de chaves de casa, (um de mais de 6 chaves, dois de 5 chaves, três de 4, sete de 3, cinco de 2 e quatro duma chave); 4 chaves de carro ({Citroën}, {Rover}, {Kia} e Ford). Além disso, há na escritório 4 {bolsitos}-porta-moedas de couro com 4-5 chaves cada um, um casaco azul com duas chaves, um capacete de bicicleta, um par de luvas de ciclista de jovem, 12 quadros a tinta-da-china do artista José María Perianes, um pendente duma {perla} e uma pasta com várias fotos.

O que não há na escritório são pastas nem documentação porque estes «se entregam rapidamente a seus titulares ou proprietários». Assim, se têm entregue neste período até 72 pastas, malas moedas e documentos, 16 jogos de chaves, seis telemóveis, dois pares de óculos e uma mala.

Por outro lado, há objetos que foram reclamados, mas ninguém levou à escritório de objetos perdidos, entre eles, um comando à distância para uma válvula do coração, verde e azul e similar a um comando de televisão; 95 pastas; 31 chaves de casa; 18 chaves de carro; 23 telemóveis; 21 pares de óculos e relógios, anel, pendentes, pulseiras... A polícia pede que, se alguém encontra algo de importância, o leve à escritório: «a seu proprietário, com seu entrega, lhe daremos uma alegria».

As notícias mais...