Menú

El Periódico Extremadura | Sábado, 19 de agosto de 2017

Pacientes de cancro urgem o novo acelerador linear: «Teu vida está em isso»

Assinalam que o atual «falha muito» porque tem tido que alargar seu horário . O motivo é sua procura, ao tratar a doentes até de Navalmoral e Hurdes

RAQUEL RODRÍGUEZ plasencia@extremadura.elperiodico.com PLASENCIA
19/06/2017

 

Que te diagnostiquem um cancro «te muda a vida» e é nessa altura quando um aparelho como o acelerador linear o significa tudo. O sabem bem os pacientes que cada dia têm que ir a sessões de radioterapia no hospital Virgem do Porto, pacientes que conhecem seu funcionamento e os erros que têm obrigado a interromper alguns dias o tratamento. Por isso, se somam à petição/pedido da delegação local da Associação Oncológica Extremenha para que o SES instale o quanto antes o novo acelerador que chegará ao hospital graças a uma doação de {Amancio} Ortega. E, se é possível que isto não suponha desligar e anular o que já existe, melhor.

{Marta} Pedreiro é uma dessas pessoas diagnosticadas de cancro, em seu caso de mama, que têm necessitado utilizar/empregar o acelerador linear. Com 41 anos, foi diagnosticada no passado ano e durante os meses de abril e maio passou por 30 sessões de radioterapia, os «38 segundos» mais longos/compridos de sua vida.

Sublinha que, como paciente, «o que {quieres} é acabar o quanto antes» o tratamento, mas o fim se {ralentiza} quando o aparelho falha e o do hospital de Plasencia «o faz muitíssimo. A mim não me tem tocado, mas a outras pacientes que tenho conhecido sim e é um problema porque o tratamento não se pode suspender de maneira nenhuma. Só/sozinho a radiologista o pode suspender». Se o advertiram numa ocasião na qual confundiu a hora duma cita/marcação/encontro. Mas se o acelerador falha, temos de esperar a que esteja arranjado e a isso temos de somar os fins-de-semana e feriados.

Para Pedreiro, um dos motivos destes erros é o muito que se utiliza. Tanto/golo que seu horário se tem alargado e, segundo a {Aoex}, está a funcionar desde as 8.00 horas até as 22.30. ¿E porque é que se utiliza mais? Por sua grande procura. Pela quantidade/quantia de pacientes que necessitam radioterapia e porque este aceleração se utiliza para toda a área de saúde de Plasencia, que abrange até Las Hurdes, por pôr um exemplo, mas também chega a Navalmoral de la Mata.

«Urge a mudança do acelerador, porque funciona muitas horas, porque tem muita procura, porque tem muitos erros, urge por tudo. Se necessita como o comer». {Marta} Pedreiro tem algo muito claro: «Tu vida está em isso. Há pacientes nos que a cirurgia e a quimioterapia já fizeram sua função e só/sozinho lhes fica a rádio para acabar de rematar o que não tem podido retirarle o outro. Como não vamos a precisar que nos tragam um aparelho em condições». Por isso, pede sensibilidade ao SES e que não se apresente anular o atual até instalar o novo porque isso suporia maiores/ancianidade deslocações, «um transtorno respeitado porque aqueles que vivem nas regiões já perdem toda a amanhã ou a tarde ao ter que esperar uma ambulância que passa pelos povos/povoações recolhendo pacientes». Logo têm de esperar de novo a que todos se dêem a rádio para regressar a seus municípios.

As notícias mais...