Menú

El Periódico Extremadura | Sábado, 22 de septembro de 2018

Localizada em companhia de três menores a adolescência desaparecida na terça-feira

Fugidos de centros de menores, estavam em bom estado

REDACCIÓN PLASENCIA
12/01/2018

 

Às 22.15 horas de quarta-feira, terminava a busca da menor de 15 anos cuja mãe denunciou sua desaparição na terça-feira passada na esquadra da Polícia Nacional de Plasencia. A Guardia Civil de Trujillo a localizava, em bom estado de saúde, num alpendre próximo à antiga estrada {N-V}, em companhia de outros três menores, uma jovem e dois jovens.

Segundo informou ontem a Guardia Civil, a menor que estava desaparecida e outra de também 15 anos, se tinham «fugido do centro de menores de Valcorchero de Plasencia». Outro jovem de 16 anos se tinha «fugido do centro de menores de Trujillo». O quarto jovem também tinha 16 anos.

Antes de encontrá-la, Proteção Civil, cujos serviços requereu o 112 quando deu o alerta de desaparição, tinha assinalado que a principal hipótese que se {barabaja} era a duma {huída} voluntária. Além disso, a agência Efe afirmava ontem que, a tarde de quarta-feira, a menor se tinha posto em contacto telefónico com seus familiares e lhes tinha comunicado que tinha decidido não voltar a casa de forma voluntária.

No momento em que o 112 deu o alerta, a notícia se difundiu massivamente através das redes sociais e, posteriormente, apareceram notícias de que já tinha aparecido, quando não era certo. A família pediu nessa altura que cessassem as falsidades através das redes e que, quem pudesse ajudar, o fizesse.

As notícias mais...