Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 19 de janeiro de 2018

Intramuros pede que os locais de lazer tenham código ético

REDACCIÓN PLASENCIA
12/01/2018

 

A associação de vizinhos Intramuros pediu ao subdelegado do Governo que presida uma reunião com a câmara municipal, polícias, empresários de locais de lazer, do comércio do centro e os vizinhos/moradores para «poder/conseguir chegar a uns mínimos de convivência e, se é factível, chegar a um código ético por parte dos proprietários dos locais de lazer, para poder/conseguir normalizar uma situação de respeito às leis que na atualidade não se dá».

Querem uma polícia preventiva e, por isso, lhe têm demandado maior presença policial a pé pelo centro «durante os três turnos de serviço, com especial incidência nas madrugadas dos fins-de-semana». Na sua opinião, essa «presença dissuasiva serviria para reduzir os incumprimentos às leis de Convivência e Lazer, bem como os atos vandálicos que se comentem».

Estão conscientes de a «insuficiência» da plantel/quadro da Polícia Nacional e, para aumentá-la, têm solicitado também que se peça a Interior que mude a atual classificação da esquadra «por outra de maior categoria/escalão» porque, com esta mudança, «se poderiam ter as Brigadas Operacionais muito mas especializadas».

Segundo o coletivo, o subdelegado se reunirá hoje com a delegada do Governo e lhes manifestou que lhe transmitirá suas petições/pedidos.

As notícias mais...