Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 19 de agosto de 2019

Diversão robótica e gastronómica

Mais de 25 meninos e jovens, de entre 8 e 20 anos, têm usufruído de diversos oficinas que puseram-se em marcha faz uns dias por parte da pelouro de Juventude para fazer do verão uma época divertida e diferente a qualquer outra etapa do ano

ALEX DE MATÍAS
12/08/2019

 

Si algo de especial tem o verão para os mais jovens é que podem fazer atividades que, normalmente, não realizam em inverno porque se dedicam a estudar e a assistir a outras sessões extraescolares. Mas na época estival tudo muda. Na sexta-feira terminaram três oficinas diferentes dirigidos a meninos e jovens de entre 8 e 20 anos e que têm suposto que esses jovens e raparigas conheçam outras culturas e outras formas de passar um verão divertido.

Esse era o objetivo da pelouro de Juventude do Câmara Municipal de Plasencia quando tirou diferentes oficinas para os mais jovens durante o verão. O primeiro que começou foi o de {Scrapbooking}, para decorar quadros/Marcos de fotografias e outros objetos.

Uns dias mais tarde começou, na Casa da Juventude, outro sobre/em relação a cozinha italiana na qual os dez raparigas e raparigas que participaram têm conhecido mais sobre/em relação a a cultura italiana e seu cozinha. «Têm podido cozinha os pratos mais tradicionais como massa, pizza ou {tiramisú} e ficaram todos encantados, porque além disso se o levaram a casa para comê-lo com suas famílias», assinalava {Valentina}, a responsável do oficina. Também têm aprendido a ser mais criativos e imaginativos e a trabalhamos/trabalhámos em plantel/elenco.

E, segundo confessavam os jovens, se o passaram «muito bem», ficaram «muito contentes» e o que mais lhes tem gostado de tudo o que fizeram foi «a pizza e os {tallarines}», sublinhavam.

Construindo robôs

E poucos dias depois arrancou outro de robótica, que se prolongará até ao 16 de Agosto, e no qual participam 16 jovens. «Trata-se de construir robôs de Lego que têm uma {CPU} e através de uma {App} se lhe dão ordens e o robô as executa e pode mover-se, cantar, falar… Los jovens podem fazer até cinco robôs diferentes e estão divididos em grupos, com o que, embora não trabalhem com todos os robôs, sim os conhecerão porque seus companheiros porão em comum tudo o que trabalharam», explicava {Félix}, o responsável do oficina.

Los jovens mostravam-se «contentes» com o que estavam aprendendo e algum já estava a pensar em dedicar-se a isso no futuro, «porque gosto muito o tema dos robôs», assegurava um dos jovens mais maiores/ancianidade.

A partir do 19 de Agosto começarão outros três oficinas sobre/em relação a DJ, {Parkour} & {Freerun} e Dança moderna.

Uma aposta mais da pelouro de Juventude, em colaboração com a Casa da Juventude e o treinador de Juventude, Luis Manuel Rodríguez, para fazer usufruir aos mais jovens de um verão diferente e divertido ao mesmo tempo, aprendendo a construir robôs e poder/conseguir fazer que o dia de amanhã esses jovens inventem melhorias para os cidadãos ou sejam grandes cozinheiros de bons restaurantes.

As notícias mais...