Menú

El Periódico Extremadura | Sábado, 20 de outubro de 2018

Condenados a três anos dois acusados de traficar com drogas em São Lázaro

Han chegado a um acordo com a procuradoria, mas não outra acusada

EFE CÁCERES
09/01/2018

 

A Audiência Provincial número dois de Cáceres tem condenado a um vizinho/morador de Plasencia e a um residente de Madrid a três anos e seis meses, e três anos e três meses de prisão, respetivamente, por tráfico de drogas, após chegar a procuradoria e os acusados a um acordo de conformidade.

Por sua vez, uma terceira acusada, que rejeitou o acordo, esposa dum deles e vizinha de Plasencia, se enfrenta a uma pena de cinco anos de cadeia e uma multa de 74.000 euros, solicitada pelo Ministério Fiscal, num princípio, para os três acusados.

Ambos condenados encontravam-se em prisão preventiva desde Abril após ser detidos pela Polícia Nacional numa operação na qual foram confiscados 425 gramas de cocaína, com um valor de 24.699 euros, que iam a intercambiar em São Lázaro.

Após o acordo, se lhes impõe, para além da pena de prisão, uma multa de 25.000 euros ou dois meses de cadeia por falta de pagamento a cada um deles, com o atenuante de toxicodependência para o vizinho/morador de Madrid.

O advogado defensor da acusada, Estanislao Martín, que rejeitou o acordo oferecido pela Procuradoria, tem indicado que ela teve uma participação «bastante menor» nos factos/feitos, como cúmplice e não como autora.

Além disso, se têm confiscado os veículos utilizados durante o passe da cocaína procedente de Madrid, que foi detetado e gravado em vídeo pela polícia.

As notícias mais...