Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 24 de septembro de 2018

A cidade receberá em torno de um milhão de euros o próximo ano pelo {IAE} e um cânone


28/12/2017

 

O presidente da Câmara Municipal de Plasencia destacou ontem o «importante» impacto económico e de criação de emprego que o parque eólico suporá para a cidade já desde o primeiro ano de obras, isto é, o 2018. Neste caso, tem cifrado em à volta de um milhão de euros o que receberá a Câmara Municipal da promotora o próximo ano, correspondente ao Imposto de Construções Instalações e Obras ({ICIO}) e a um cânone anual que deverá pagar a empresa e que ascenderá a um 2% do total do projeto.

Quanto à criação de emprego, Fernando Pizarro destacou que, durante os dois anos em que está previsto o prazo de execução das obras, aumentará o emprego na cidade pelas contratações das diferentes empresas que deverão participar. Depois serão já postos de manutenção. A isto se somará, em anos posteriores, o pagamento de outros impostos, como o Imposto de Atividades {Económincas} e o Imposto de Bens Imóveis, que ainda não tem calculado a Câmara Municipal.

As notícias mais...