Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 14 de dezembro de 2018

A Câmara Municipal criará praças/vagas em intervenção, urbanismo e registo

Se amortizam seis de limpeza, obras, desportos e cultura, ao não ser funcionais. Se convocarão para obras, turismo e pessoal, no primeiro trimestre do ano

RAQUEL RODRÍGUEZ
29/12/2017

 

La plantel/quadro do Câmara Municipal de Plasencia se modificará o próximo ano em base a uma Relação de Postos de Trabalho que incluirá cinco praças/vagas de nova criação para reforçar os departamentos de intervenção, jurídico, de registo e urbanismo e, ao mesmo tempo, se eliminarão seis praças/vagas na brigada de obras, desportos, cultura e limpeza por não ser funcionais em relação ao trabalho real que se realiza. A isto se somam complementos por trabalhamos/trabalhámos noites e feriados em diferentes departamentos.

Esta nova {RPT} se aprovará hoje no plenário/pleno municipal (8.30) e suporá que, o próximo ano, a Câmara Municipal voltará a tirar praças/vagas a concurso público. De facto, a vereadora de Emprego, Sonia Grande, explicou ontem que, já no primeiro trimestre do ano, sairão os processos para cobrir praças/vagas na brigada de obras, iniciados já este 2017, e para cobrir a praça/vaga de treinador de turismo que ficou deserta. Também se reforçará o departamento de pessoal, embora através da promoção interna.

Quanto às praças/vagas de nova criação, serão as de dois administrativos, para secretaria e registo, um viceinterventor, um treinador de administração geral para recursos humanos e uma para a chefatura do grupo de cultura. Respondem a «uma nova organização nos departamentos, mais moderna e funcional», em palavras de Grande.

Quanto às praças/vagas que se amortizarão, serão dois de limpeza, um contínuo de cultura, um encarregado da cidade desportiva, um encarregado de serralharia e um operário especialista em obras. Neste caso, a vereadora explicou que o que se decidiu é dar complementos a aqueles que mais trabalho realizam e eliminar as praças/vagas «que ficaram descobertas», isto é, que na prática não se sustentam.

Quanto aos novos complementos, se darão ao inspetor de polícia, ordenança chefe, agente da secção canina, treinador de juventude, treinador de informação juvenil, monitor desportivo e especialista de serralharia, por dedicação e horas dadas fuera da jornada laboral.

Por sua vez, se acrescentam complementos por noites e feriados, até ao 2020, para o serviço de família e menores da policia municipal, desportos, teatro {Alkázar}, cemitério e posto de turismo.

Por enquanto, ontem o vereador de Plasencia em Comum valorizou esta {RPT} e disse não apoia-la porque «segue/continua tendo muitos departamentos sem pessoal e se liquidam praças/vagas, bastantes de laborais». Também criticou que não se melhorem as condições do pessoal de limpeza atual.

As notícias mais...