Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 24 de septembro de 2018

Calendários por um desfibrilhador

A escola Alfonso VIII quer ser um espaço {cardioseguro} e a Associação de Mães e Pais tem encarregado já 1.000 {almanaques} com uma imagem de tudo o os alunos para vender ao preço de dois euros e conseguir fundos para poder/conseguir adquirirlo

RAQUEL RODRÍGUEZ
26/12/2017

 

Los centros educativos da cidade se estão convertendo em espaços {cardioseguros}. Muitos já contam com um desfibrilhador e seus professores receberam cursos para saber como utilizá-lo. Um colégio que se tem somado a esta iniciativa é o {CEIP} Alfonso VIII. Segundo informou o centro, este deixou em mãos da Associação de Mães e Pais, a organização de atividades encaminhadas a conseguir fundos para poder/conseguir adquirir o desfibrilhador e já se têm posto mãos à obra.

Assim, a presidenta do {AMPA}, Patricia Alonso, explicou que se têm desenhado calendários do ano 2018 com uma imagem de tudo o os alunos no pátio do centro. Em princípio, encarregaram 500 exemplares à imprensa, mas abriram a possibilidade aos pais de reservar-los e «os 500 já estão reservados, por isso no fim temos encarregado 1.000 à imprensa».

Começarão a vendê-los o 8 de Janeiro, ao preço de dois euros, dos que conseguirão algo mais dum para o desfibrilhador, que, junto aos cursos, subida 1.670 euros. Por isso, já têm clara qual será a segunda iniciativa por esta causa, um sandes solidário que realizarão o 24 de Janeiro, coincidindo além disso com o 50 aniversário desta associação de mães e pais. Esperam que o dinheiro que arrecadem com as duas atividades seja suficiente para poder/conseguir comprar o aparelho e instalá-lo no centro por se alguma vez resulta necessário.

As notícias mais...