Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 17 de fevereiro de 2020

Verão e cultura

FERNANDO Ayala
12/07/2019

 

Durante os meses de verão, nos que os dias parecem não acabar e dispomos habitualmente de muito mais tempo livre ou para o lazer, se emprestam a que as atividades culturais proliferem em nossos povos/povoações e cidades.

Dentro deste âmbito se podem incluir um largo elenco de ofertas que vão desde o teatro, a música, a arte, os oficinas literários, o desporto, os mercados de época, a pedagogia sobre/em relação a antigos ofícios e a artesanato, o cinema em cenários ao ar livre…

Cada categoria/escalão pode ter um acesso restringido a uma elite interessada em determinados temas ou, o que vem sendo muito mais frequente, uma {popularización} ou extensão ao que desde o mundo audiovisual nos ensinaram a {conceptuar} como a cultura de masas.

Felizmente, já não é o privilégio da conta à ordem o que marca poder/conseguir permitir-nos usufruir com expressões artísticas e culturais que enriquecem nossas vidas.

As instituições públicas vêm apostando em sua generalização. Se bem Extremadura e, em especial algumas das suas cidades, se tem caraterizado por ter uma excelente oferta cultural durante os meses de outono até à primavera, motivados pelas especiais condições climáticas, não o é menos, que desde há uns anos são impressionantes as possibilidades que nos oferecem os diferentes cenários em verão.

Desta forma estamos assistindo durante os meses estivais a uma profusão de um turismo de pessoas que, à margem de procurar em nossas terras a tranquilidade de povos/povoações, vales, montanhas, rios e barragens, decide vir a visitar-nos pela deliciosa mostra de atuações em qualquer dos aspetos culturais que {venimos} citando.

Sempre será positivo a convivência de diferentes culturas, povos/povoações e pessoas vindas de todas partes. Sempre será positivo que os próprios autóctones conheçamos e nos {deleitemos} com o que podemos oferecer desde dentro de cada uma das nossas casas. E sobretudo, sempre será desejável que possamos conjugar o sair fora a conhecer outros mundos, com conhecê-los desde aqui e com dar-nos a conhecer nós mesmos a componentes doutras culturas.

* Historiador

As notícias mais...