Menú

El Periódico Extremadura | Sábado, 23 de septembro de 2017

O problema das pensões


02/09/2017

 

Ao urgente debate sobre/em relação a as pensões e sobre/em relação a as crescentes dificuldades do Estado para fazer frente às prestações contributivas, se une outro dado que certamente se substitui como inquietante para a boa marcha da sociedade espanhola num futuro imediato. As retenções tributárias que se aplicam ao pensionista seguem/continuam aumentando ano após ano no cômputo global do IRPF, até colocar-se, no exercício de 2016, numa cifra próxima a 15% do total de rendimentos. Este dado se justifica por várias razões. Por um lado, o incremento do número de pensionistas (9,1 milhões). Por outro, o aumento do montante a pagar pela Segurança Social, já que os novos pensionistas descontaram mais e durante mais tempo que em períodos anteriores. Além disso, temos de ter em conta que os jubilados crescem a maior velocidade que os assalariados, sem esquecer a estagnação dos ordenados e um coletivo crescente de cidadãos, até cinco milhões de pessoas, com rendimentos inferiores ao limiar da declaração.

O aumento das rendimentos derivados da pensão tem dobrado, nos últimos cinco anos, o das {rendas} salariais. Se temos em conta, além disso, que a principal fonte de rendimentos de quase o 30% dos lares espanhóis procede duma pessoa jubilada, se nos apresenta pela frente/por diante um cenário realmente complicado (com previsões de crescimento da população que mostram divergências) que requer de soluções políticas de envergadura.

As notícias mais...