Menú

El Periódico Extremadura | Terça-Feira, 16 de janeiro de 2018

Plano de choque nas estradas


04/01/2018

 

Durante algo mais duma década, Espanha se tinha acostumado a um {desenso} constante da mortalidade nas estradas, consequência da soma de várias políticas impulsionadas desde a {DGT}, desde as campanhas de consciencialização até as sanções, passando pela crucial implantação do cartão por pontos. No entanto, 2017 fechou com 1.200 mortos em 1.067 acidentes, a pior cifra de vítimas mortais desde o 2013, e um aumento de 3% desde o 2016 (39 mortos e 28 acidentes mais). No 2016 já teve 30 falecidos mais que no 2015, por isso pela primeira vez em duas décadas se deu um aumento em dois anos consecutivos das vítimas mortais. São estas estatísticas preocupadas. Daí que a {DGT} tenha posto em marcha um novo projeto de segurança via, que contempla medidas educativas (um novo exame para obter o carta de condução) com outras sancionadoras (mais radares) junto a um plano contra condutores reincidentes em álcool e drogas. Apesar de que chegam com atraso, cabe bater palmas as medidas que adota a {DGT}, já que qualquer esforço encaminhado a reduzir as vítimas nas estradas é mais que bem-vindo. Algumas destas iniciativas obrigarão a mudar a lei de segurança via e a aprovação duma nova lei de Trânsito que se encontra em fase de redação. Depois de/após anos em que parecia que a descida de mortalidade estava assegurado, temos de voltar a acender as luzes da atenção social: 1.200 mortos são intoleráveis.

As notícias mais...