Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 2 de abril de 2020

Perdão por minha prudência


15/03/2020

 

Peço perdão a todos os jovens e homens que alguma vez têm tido um gesto amável e educado comigo ou me têm olhado com ternura e só/sozinho encontraram por resposta meu olhar séria com um seco «obrigado/obrigada» cheio de desconfiança e certo medo. A passagem do tempo e todas as experiências vividas (próprias e doutras mulheres) fizeram de mim uma mulher extremadamente prudente e que não se abre a qualquer. Certamente, o mundo está cheio de homens nobres, bons, com sentimentos puros e vontade de ajudar aos demais, especialmente quando trata-se de uma mulher de aparência frágil. Lhes estou infinitamente agradecida a todos eles, mas minha segurança e integridade física impõem que a {coraza} protetora só/sozinho possa desprender-se com a confiança que unicamente a passagem do tempo pode outorgar. Mesmo assim, egoistamente lhes peço que não atirem a toalha e sigam/continuem mostrando-se como som. Em troca, a próxima vez prometo oferecer-lhes um sorriso sincero.

As notícias mais...