Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 19 de dezembro de 2018

Não encontrad

Claudia Acebrón
14/01/2018

 

AVALIAÇÃO DOCÊNCIA

Porque as cifras falam com letras...

{Isabelle} {Moreels}

Universidad de Extremadura

El passado 8 de Janeiro se publicou no Jornal da Extremadura um artigo sobre/em relação a os resultados das sondagens de satisfação dos alumnos com os estudos de grau/curso universitário e master que se dão na Universidad de Extremadura. El grau/curso universitário em Línguas e Literaturas Modernas – Francês aparecia ali como o pior valorizado.

Ora bem, quisesse contrastar a cifra estabelecida pela Unidade Técnica de Avaliação e Qualidade da UEx para a satisfação dos alunos com dita licenciatura --2,56 numa escala de 5-- com outra taxa relativa à satisfação dos estudantes do citado grau/curso universitário com o processo docente, calculada pela mesma entidade competente para o mesmo curso 2016-2017, que alcança a avaliação de 8,26 numa escala de 10, isto é, a terceira cifra mais alta de entre os 74 graus dados pela Universidad de Extremadura, cuja média/meia geral é de 7,79.

Com este comparação de dois dados que figuram em entradas contíguas na mesma tábua {Excel} do Observatório de Indicadores da UEx ({https}://www.{unex}.é/{organizacion}/serviços-universitários/unidades/{utec}/funções/{estadisticas}-e-indicadores-universitários), gostaria sublinhar que as estatísticas podem expressar embora tacitamente aspetos diversos duma realidade pontual, e convem interpretá-las de maneira matizada em seu contexto particular, o que dificilmente permite o espaço reduzido de um artigo de imprensa.

A modo de conclusão {cum} grão {salis} desta muito breve reflexão, {recordemos} ao {Principito} de {Saint}-{Exupéry} quando conhece ao homem de negócios do quarto planeta por onde viaja.

El jovem protagonista não entende que aquele tão somente dedique sua vida a reiterar uma e outra vez inumeráveis listas de cifras e cálculos sem questionar-se seu significado...

PELA ATENÇÃO

Agradecimento à residência El {Cuartillo}

Família Real González

Cáceres

El passado 3 de Janeiro faleceu nossa mãe, {Fermina} {Gómez} {Cobos}, à idade de 95 anos. Durante quase uma década tem vivido na residência assistida El {Cuartillo}, de Cáceres.

A família Real {Gómez} ao completo queremos agradecer de coração a toda a equipa profissional que trabalha neste centro, baixo/sob/debaixo de a direção de Amparo García, a dedicação e o carinho com o que se tem tratado a nossa mãe desde o primeiro dia. Muitas graças por estes anos de cuidados e luta. {Seguid} dando-o tudo como o {hacéis}. Muitas graças, uma e mil vezes mais.

O RESPEITO

Humilhar na escola

Víctor Guerra

Barcelona

Estoy farto de continuar ouvindo que existe o {bullying}

de pais desesperados pelo mal-estar do seu filho, que não quer ir à escola pelo temor a ser humilhado. Toda a gente necessita um respeito mínimo e nós não somos ninguém para julgar aos demais.

As notícias mais...