+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Fugir do verão

 

DANIEL Salgado
28/07/2020

Coragem, generosidade e prudência. Não está mal para o qual quer fugir do verão, o primeiro em muitos anos sem álcoois nem boca que levar-se à boca. Ainda no passado ano tinha felicidade, lembrança. Os filhos sei que estão, mas não saberia dizer como nem onde, nem minha generosidade para convivir é tanta. E os cigarros já me satisfazem a duras penas, ou seja que cada vez lhes subida mais. O verão é duma vulgaridade insuportável sempre, mas este, {pandémico}. Temos de mandar à merda aos {Kavafis} -com perdão- e fugir do verão.

À {Praça} {do} {Comércio} {vine} há dois anos a quebrar-me a nariz, sem saber ao que vinha, claro. Hoy, e no mesmo restaurante -aqui me curaram, de aqui chamaram a urgências-, {compruebo} que seguem/continuam preocupados pelas hemorragias dos espanhóis. Este titular em {Diário} de {Notícias}: «Número de {mortos} {em} {Espanha} pode ser 60% {maior} que ou número oficial». {Bah}, trata-se do especial sobre/em relação a a pandemia que {infesta} os jornais e as conversações do mundo. Amanhã certamente poderia comprar a máscara {MO}, que inativa o vírus, feita aqui, se soubesse duma loja {MO}. «Mas ou que nos {desinfeta} {das} {notícias} e dois {governos}?», se pergunta o que me ouve perguntar onde. Se ninguém sabe duma loja {MO} aqui, nem este empregado de mesa nem o rececionista do hotel nem o táxi que dá várias voltas à praça/vaga - «{Dê} {outra}: a {praça} {é} linda», lhe {animo}-, a pergunta do qual também pede seguido/continuado «{outro} café e {Porto} seco» sim obtém, por outro lado, várias respostas desde/a partir de a barra/balcão e dalguma mesa. {Joder} com a política, como {azuza}. Sempre, nestes casos, inevitavelmente, aquilo de Manuel Alcántara: «O mau não é que em todas partes {cuezan} favas, mas em todas se as comem».

Naturalmente, o de coragem, generosidade e prudência não é um recitado -»temos de ter coragem, generosidade...»- nem um cartão de apresentação. Ou se têm ou não. Em relação ao vírus, por exemplo: coragem para viver, sabendo que o vírus mata, e prudência para sobreviver, minimizando os riscos. Perdão pelo exemplo: o simplifica tudo, o sei. Mas só/sozinho assim {evito} maldizer este verão que se quererá igual que os demais. E {maldigo} todos.

* Funcionário