Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 2 de abril de 2020

O episcopado espanhol aposta em o diálogo


06/03/2020

 

O sector do episcopado espanhol afim à linha marcada em Roma pelo papa Francisco tem tomados o controlo da Conferência Episcopal Espanhola. Longe de anteriores equilíbrios, que repartiam a presidência e a vicepresidência entre os sectores etiquetados como {aperturistas} ou conservadores, os dois máximos cargos da cúpula episcopal ficaram em mãos dos arcebispos de Barcelona e Madrid, Joan Josep Omella e Carlos Osoro, ambos designados em seus cargos pelo Pontífice argentino e apoiados por uma maioria de bispos moderados que futuros nomeações desde/a partir de Roma não farão mais que consolidar.

Em chave interna, a Igreja espanhola se desmarca assim rotundamente das manobras dos sectores conservadores que têm tentado desestabilizar o atual pontificado e abraça o discurso do papa Francisco: austeridade, sensibilidade social e {renuencia} a qualquer tentação de converter à Igreja católica num contrapoder/conseguir, ou um ator político ativo. Justo isto último é o que se poderia ter esperado de ter-se imposto a candidatura derrotada, herdeira dos projetos do cardeal Rouco Varela, com destacados componentes dispostos a alinhar-se ativmente na lavor/trabalho de oposição/concurso público das direitas espanholas contra o atual Governo até ao ponto de chamar a orar pelo futuro de Espanha.

Desde/a partir de estes sectores se tinha querido assinalar à dobro candidatura de Omella e Osoro de progovernamental. No entanto, da nova cúpula episcopal não pode esperar-se outra coisa que uma posição discrepante perante iniciativas do novo Governo como a legalização da eutanásia ou uma reforma educativa que pode entrar em conflito com os interesses da escola concertada.

Por outro lado sim é de prever, segundo as palavras do novo presidente da Conferência Episcopal e de suas anteriores tentativas de mediação durante os momentos mais tensos do conflito catalão, uma predisposição clara à negociação sem {estridencias} e poucas intenções de agitar a rua como se fez baixo/sob/debaixo de a direção do cardeal Rouco Varela. Sempre, também no campo das relações entre Igreja e Estado, é uma boa notícia que tenha interlocutores dispostos a sentar-se a uma mesa para dialogar.

As notícias mais...