Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 22 de junho de 2018

Curiosidade, ilusão/motivação

CARMEN Martínez- Fortún
03/01/2018

 

Muito sábio Salvador {Pániker} quando diz que a juventude de um ser não se mede pelos anos que tem, mas pela curiosidade que armazena. E ainda que não {coincido} totalmente com quem afirma que aos meninos não faz falta ensinar-lhes a ser curiosos, pois tenho comprovado após muitos anos de docência que a alegada falta de motivação não são mas nula vontade de indagar, estou disposta a assumir com humildade a parte de culpa que tenhamos os docentes nessa falta de curiosidade que padecem a maioria dos alunos cujos resultados não são os que deveriam. A miúdo somos incapazes de contagiar-los o entusiasmo necessário para interessar-los pelas matérias, e isso é porque não sabemos como transmitir-lhes a ilusão/motivação, que eu {identifico} com a curiosidade. {Pereza} intelectual o {llamamos}, e nos {quedamos} tão {panchos}. Pois não. Falta de ilusão/motivação é o que têm estes jovens. E ainda que é certo que a etapa adolescência é muito delicada, devemos encontrar a chave para que sintam/sentam o verdadeiro desejo pelo novo. Que não são só/sozinho os objetos materiais que se possam possuir, as últimas sapatilhas na moda, as óculos de marca, o iPhone 8 e tudo aquilo que a sociedade de consumo via {trending} {topic} em {Instagram}, {Pinterest} ou a televisão mesma lhes oferece como {peldaño} necessário para a felicidade.

Sempre nestes dias do ano, por muitos que cumpra, me vêm à memória as jornadas de meu {niñez} prévias aos Reis Mágicos. Noutra época e outra terra em que em meu casa se vivia a ilusão/motivação, mãe da curiosidade, mãe da esperança, mãe da alegria. Primeiro com o sono/sonho de que os mágicos de Oriente entravam pela janela do terceiro apartamento da rua {Lauria} em Barcelona e nos deixavam a todos os membros da família o que tinhamos pedido. E depois, quando o sono/sonho de fantasia terminou, sabendo a ciência certa que os presentes para todos não eram fruto da magia mas do carinho e do desejo adulto de ver brilhar os olhos dos seres caros com a ilusão/motivação que nunca deveria perder nenhuma pessoa.

Curiosidade e ilusão/motivação. Antes e después dos mágicos.

*Professora.

As notícias mais...