+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Um povo/vila que trabalha pela Bandeira Azul de sua praia e o Interesse/juro Cultural de A Mata

O presidente da Câmara Municipal {Elías} López põe o acento nas políticas sociais e assegura que “ninguém ficará atrás”

 

Presidente da Câmara Municipal. {Elías} López, primeiro vereador de Campanario. - EL PERIÓDICO

Jazida Arqueológica de A Mata. Cedo será Bem de Interesse/juro Cultural. - EL PERIÓDICO

Redacción AA MONOGRÁFICOS
10/05/2020

Campanario continua a trabalhar para que dois de seus grandes atrativos turísticos subam um degrau em seu reconhecimento público. O Conjunto/clube Arqueológico de A Mata já iniciou seu processo para ser declarado Bem de Interesse/juro Cultural ({BIC}) com a categoria/escalão de zona arqueológica. A Conselheria de Cultura, Turismo e Desportos da Junta de Extremadura iniciou o processo o passado o 10 de Fevereiro de 2020 e a ordem/disposição foi publicada posteriormente no Boletim Oficial do Estado ({BOE}). O outro grande estímulo de Campanario é sua praia de interior, Costa Alegre, que voltará a aspirar novamente à obtenção da bandeira azul, algo que a câmara municipal já tentou no passado ano.

A jazida arqueológico de A Mata já vai caminho de converter-se muito cedo em {BIC}. Este jazida é um dos elementos mais representativos da protohistória extremenha, destacando a conservação de seus muros de taipal sobre/em relação a {paramento} de {mampostería} com os que formam várias dependências ou habitáculos.

A monumentalidade do edifício fica de manifesto em sua planta em forma de ‘Ou’;, ainda mais contando com que teve dois plantas e provavelmente terraço, chegando a alcançar os seis metros de altura total, segundo dados do Câmara Municipal de Campanario. O monumento está datado no período {orientalizante}, em torno do equador do I milénio antes de Cristo (séculos {VI-V} antes de Cristo.

O outro grande atrativo de Campanario é Costa Alegre; zona de banho do Barragem de Orellana / Orelhana, que aspira obter a Bandeira Azul, reconhecimento para o qual reúne requisitos como a qualidade de suas águas, bem como serviços ou instalações como casa de banho, centro de receção de visitantes ou dois sendas pedonales entre as zonas de estacionamento e banho.

Encontra-se dentro de seu concelho na margem esquerda do barragem. A praia de Campanario -como se a conhece comummente- conta com 2.500 metros quadrados de zona de banho, 50 metros lineais {hormigonados}, 250 metros de sendas pedonales desde/a partir de a zona de estacionamento à de banho e aptos para pessoas com mobilidade reduzida e em suas águas se podem praticar atividades aquáticas como pesca, vela, {káyak} ou canoagem. “Neste ano se tem alargado a zona de banho em 900 metros mais. {Aspiramos} à Bandeira Azul e estou convencido de que mais cedo que tarde {lograremos} o reconhecimento para este lugar de lazer”, explica o presidente da Câmara Municipal de Campanario, {Elías} López.

MEDIDAS SOCIAIS. Com o olhar posta nestes dois atrativos, este município de 4.800 habitantes situado na região da Serena encara a nova etapa que se abre após a pandemia do {covid} 19. Entretanto, o presidente da Câmara Municipal de Campanario, {Elías} López, põe o acento numa bateria de medidas sociais com especial atenção aos maiores/ancianidade: “Ninguém vai-se a ficar atrás”, sentença o vereador. Além disso, a vida laboral municipal não se tem desempregado/parado em nenhum momento, como a solidariedade dos vizinhos/moradores de Campanario, que deu amostras de grandes níveis de entrega aos demais.

“O primeiro é sair o quanto antes desta situação e tentar coordenar todas as ajudas atualmente vigente, tanto/golo a nível estatal como regional, juntamente com as que há já em marcha a nível municipal”, explica o presidente da Câmara Municipal. Neste sentido, se têm implementado medidas de supressão de taxas a bares e restaurantes, as taxas de feira e venda ambulante, enquanto dure o estado de alarma, bem como a eliminação de taxas administrativas das instalações municipais e as {compulsas} de documentos serão de carácter gratuito. “Dentro da capacidade fiscal e económica da Câmara Municipal queremos aliviar a situação a todos e cada um dos sectores afetados. Também estamos agilizando o pagamento a fornecedores das faturas pendentes, pois somos conscientes das dificuldades que para um trabalhador independente ou uma empresa é a paralisação de sua atividade durante meses. Também chegámos a um acordo com a empresa {mancomunada} de fornecimento de águas para que suspendam os cortes por falta de pagamento. Os coletivos desfavorecidos som nossa prioridade. Tudo isso dentro das nossas limitações”, explica o presidente da Câmara Municipal.

O principal estímulo turístico de Campanario é a Romaria da Virgem de {Piedraescrita} e a Feria de Abril, ambos acontecimentos que têm tido que suspender-se, mas que constituem uma das endereço de identidade do município, que nessas datas até {triplica} sua população.

Para ao município foi um golpe muito duro, e também para o sector hoteleiro, mas o presidente da Câmara Municipal recorda que virão mais Semanas Santas, Romarias de {Piedraescrita} e Feria de Abril, e que já se preparam para celebrá-las com o máximo esplendor.

Campanario destaca por ser um município eminentemente agrícola e pecuário, famoso pela qualidade de seus lácteos procedentes de ovelha {merina}. Não é em vão uma de suas queijarias recebe habitualmente reconhecimentos internacionais por seus queijos artesãos. Também há um interessante número de empresas dedicadas à loja de tecidos.

“Queremos mostrar nossas condolências às famílias das vítimas desta epidemia. Temos que levar tudo com a máxima cautela todas as indicações que nos marquem. A sociedade que deixámos atrás o 14 de Março vai ser muito diferente da que nos vamos a encontrar. Desde/a partir de a Câmara Municipal vamos a reformar o orçamento aprovado para esse ano, porque as prioridades mudaram. Em Campanario nos temos caraterizado por ajudar aos coletivos sociais, em especial nossos maiores/ancianidade, porque o município tem uma percentagem importante de população maior/velho, bem como outros coletivos afetados como o hoteleiro. Em definitiva, vamos a chegar a todos”, conclui {Elías} López.