Menú

El Periódico Extremadura | Terça-Feira, 21 de janeiro de 2020

Ramón de Cangas: “Seguir/continuar o modelo dietético mediterrâneo é a opção mais saudável”

O presidente da Fundação Alimenta teu Saúde apresenta a guia Dieta Mediterrânea

Redacción AA MONOGRÁFICOS
05/12/2019

 

Os ritmos de vida atuais e a facilidade para aceder a certos alimentos que contribuem a criar um ambiente {obesogénico} está provocando que a aderência a nossa Dieta Mediterrânea em Espanha seja mais baixa do recomendável. Assim o explicou o médico/ doutor Ramón de Cangas, dietista-nutricionista e presidente da Fundação Alimenta teu Saúde, na apresentação em Barcelona da guia ‘Dieta Mediterrânea, da teoria à prática’.

“Esta guia é um documento simples e ameno que aproxima os {patrones} dietéticos mediterrâneos a toda a população para demonstrar que seguir/continuar este modelo de alimentação saudável é simples e perfeitamente {abordable}, considerando nosso estilo de vida hoje em dia”, explica o médico/ doutor de Cangas.

Neste documento se abordam temas muito práticos como é a conservação dos alimentos e os métodos de transporte; a planificação do menu semanal e a compra; e, naturalmente, as recomendações de ingesta por cada produto próprio desta dieta. “A forma mais recomendável de conseguir um bom estado nutricional é apostar em uma grande variedade de alimentos em nossa dieta”, explica o perito. “Ao ingerir diferentes grupos de alimentos {obtenemos} nutrientes com funções específicas, com o consequente impacto positivo e a Dieta Mediterrânea é ideal para consegui-lo já que não exclui nenhum produto”, acrescenta.

A base desta dieta são as verduras, hortaliças, frutas, lácteos, leguminosas e proteínas animais procedentes de pescados, mariscos e, em menor medida, carnes. Para cozinhar, Azeite Virgem Extra e entre horas um mão-cheia de frutos secos. “Além disso, sempre há sítio para os caprichos e podemos permitir-nos licenças de vez em quando”, destaca o autor da guia.

As notícias mais...