Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 25 de septembro de 2017

A população da localidade se duplica nestas datas

Torreorgaz tem uma das maiores/ancianidade taxas de crescimento

SARA CID epextremadura@elperiódico.com TORREORGAZ
11/08/2017

 

As festas de Torreorgaz apresentam um programa de atividades dirigidas a todos os públicos, desde meninos, jovens, pessoas de mediana idade e pessoas maior. É uma festa muito completa, já que se programam as atividades ao longo/comprido de tudo o verão. As atividades lúdicas começaram o 24 de Julho com a semana cultural, o fim-de-semana seguinte há mais atividades e as festas patronais se estendem desde o 10 até ao 15 de Agosto e terminam o dia 20 com um dia familiar.

É uma festa para todos os públicos e, mesmo, para todos as hobbies, já que a Câmara Municipal colabora muito ativmente com as associações do povo/vila. Por exemplo, com os cavalheiros fazem uma corrida/curso de fitas regionais, com as Donas de casa organizam uma degustação gastronómica das regiões em Espanha, por outro lado também fazem um concurso de pesca, etc..

Estas festas têm um enraizamento muito especial no povo/vila. Começaram a partir da emigração, à volta de os anos 60 e 70, quando muitas pessoas se foi embora para ir-se, sobretudo, ao País Basco ou a Alemanha e todos regressavam no mês de Agosto. Desta maneira começaram as festas da virgem da Asunción. A tradição mais interessante nesta festa são os festejos taurinos e neste ano como novidade há um concurso de {recortadores}.

Por outro lado, “o balanço do povo/vila a nível geral é extraordinário”, sustenta José Luis Chanclón. “Em linhas gerais, estamos orgulhosos de viver e de trabalhamos/trabalhámos num dos povos/povoações –de menos de 2.000 habitantes- com maior taxa de crescimento da Extremadura, não só/sozinho a nível de população mas a nível empresarial, de atividade em geral. Somos um povo/vila muito vivo e o melhor de Torreorgaz é suas pessoas”.

“Podemos ter umas infraestruturas extraordinárias, mas tem que haver pessoas para que essas infraestruturas se ocupem e se usem. Por exemplo, temos 33 meninos na creche, 125 meninos na escola, duma população de 1750 habitantes. Temos um monte de pessoas jovem que segue/continua querendo ficar a viver em Torreorgaz, que não quer ir-se de seu povo/vila e estamos ajudando a isso”.

O presidente da Câmara Municipal de Torreorgaz assinala que vão fazer cinco habitações sociais e quatro de proteção oficial para dar resposta a essas necessidades que tem as pessoas. Afirma que, em linhas gerais, isso é o que diz que um povo/vila esteja bem, o tema da pessoas. “Os servidores públicos trabalhamos/trabalhámos para isso, para as pessoas. De nada vale um povo/vila com infraestruturas estupendas se estão vazias, abandonadas ou que não se podem nem abrir”.

Quanto a infraestruturas, é um tema que melhorou muito no povo/vila. Tinha uma grande carência mas se trabalhou muito duro para melhorá-lo. Não tinha infraestruturas adaptadas a um certo coletivo de pessoas como a piscina municipal. Agora mesmo, a piscina melhorou em todos os sentidos. Outra infraestrutura que fazia falta era a Casa de Cultura, à que se lhe está tirando muito rendimento. Nela há uma sala de estudo aberta as 24 horas do dia os 7 dias da semana. Também pôs-se em marcha o centro de dia, estão levando a cabo a obra da lar da terceira idade e construíram pistas de padel. Embora falta arrumar a escola, já que suas instalações são antigas e também é necessário construir um ginásio nele. A Câmara Municipal de Torreorgaz tem vários projetos em mente, principalmente a escola. Estão preparando um projeto integral para uma reforma da fachada, as cobertas, as janelas, etc.. Uma reforma dirigida ao tema da eficiência energética em Para além de os nativos, vêm todos os emigrantes e as pessoas dos povos/povoações de ao lado, de Torremocha, Torrequemada, Valdefuentes, de Valdesalor e pessoas mesmo de Cáceres. Nestas datas a população de Torreorgaz se duplica. {Trorreorgaz} estão muito comprometidos com o mundo da economia verde, que trata de aproveitar o ecológico para criar valor e usá-lo como {nicho} de mercado. Também querem fazer um campo de futebol de relva artificial e habitações sociais, “um projeto muito {ilusionante} que nos tem costado muito trabalho e que vamos a começar”, enfatiza José Luis.

EMPREGO/ Desde a Câmara Municipal se favorece a contratação direta de obras, dando trabalho a pessoas da Câmara Municipal, em vez de licitar obras. Por outro lado, existe um projeto para montar uma cooperativa no sector agrícola, um sector de alto crescimento que possa ir dirigido à pessoas que vive no mundo rural. É uma das propostas estrela do Câmara Municipal para esta legislatura. Estes dois anos atrás a câmara municipal de Torreorgaz se tem centrado nos estudos preliminares ao projeto, e agora o que lhes fica é procurar financiamento para avançarlo.

As notícias mais...