Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 2 de abril de 2020

Pedem que o etiquetado {Nutriscore} seja obrigatório

Redacción AA MONOGRÁFICOS
07/02/2020

 

Peritos em saúde pública e consumidores têm urgido a que o {Nutriscore}, o etiquetado nutricional baseado numa escala de cores impulsionado pelo Ministério da Saúde, seja obrigatório com o fim de conseguir uma alimentação mais saudável e reduzir a “epidemia” de obesidade em Espanha e o resto da Europa. Foi faz algo mais de um ano quando a nessa altura ministra de Saúde, María Luisa Carcedo, apresentou este modelo de etiquetado dos produtos que consiste num código de cores, com cinco níveis do verde ao rubro, para identificar a qualidade nutricional dos alimentos e as bebidas. Este etiquetado não é obrigatório para as empresas, mas serve de complemento para o qual sim é obrigatório e está regulado a nível europeu: aquele que exige incluir a quantidade/quantia de calorias, gorduras, gorduras saturadas, hidratos de carbono, açúcares, proteínas e sal que leva um produto por cada 100 gramas ou mililitros. É que, por exemplo, os espanhóis tomamos o dobro da quantidade/quantia de sal recomendado e não chegam a consumir nem a metade da fibra vegetal aconselhada, quando com uma dieta equilibrada -baixa em sódio e rica em frutas, verduras, leguminosas e frutos secos- bem como um estilo de vida saudável se podem ganhar anos de vida.

As notícias mais...