+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Montánchez, te vai a encantar

Tem sete rotas de caminhada homologadas, bem como uma gastronomia espetacular. Seu castelo é um emblema da localidade com uma grande importância patrimonial e cultural

 

{Astroturismo}. Cara norte do castelo de Montánchez de noite. - o jornal

Caminhada. Início da rota do Castanhal de Montánchez - {Hubert} {Murray}

Redacción AA MONOGRÁFICOS
12/07/2020

M {ontánchez}, conhecido como o Varanda da Extremadura, te vai a encantar e apanhar desde/a partir de a primeira visita; e ¿porque é que?

Montánchez te vai a encantar, por seu castelo, uma fortaleza no alto de um íngreme outeiro que dominava toda a {panorámica} do centro geográfico extremenho e cujos origens se remontam à época romana e que os {almohades} {reconstruyeron} no século XI. O Castelo de Montánchez é um emblema da localidade por sua importância cultural e patrimonial, única na região. Sem esquecer os impressionantes paisagens que desde/a partir de o localização se vislumbram.

Montánchez te vai a encantar, porque seu cemitério foi escolhido como o mais bonito de Espanha em 2015, pela Revesta ‘Adeus Cultural’. Trata-se de um Campo-santo {escavado} na rocha mãe numa das encostas do castelo e que conserva {nichos} intactos de inícios do século XIX.

Montánchez te vai a encantar, por seu património histórico e cultural, com a torre-campanário separada da igreja; uma arquitetura excecional na região, sete ermidas de épocas muito diversas e disseminadas por tudo o núcleo da população, suas multiplas fontes, como a do {Altozano} e todas as que fluem pela serra.

Montánchez te vai a encantar, porque em seu castelo tem instalado um Miradouro Celeste que faz parte da Rede de Miradouros Celestes da Extremadura, uma rede de painéis luminosos noturnos que permitem interpretar o paisagem das estrelas e conhecer as diferentes {constelaciones} desde/a partir de um lugar estratégico e com um dos céus mais limpos da península.

Montánchez te vai a encantar, porque tem sete rotas sendas homologadas, como a Rota dos Moinhos, incluída no Circuito Caminha Extremadura, onde {podrás} usufruir duma trintena de antigos moinhos {harineros}, com exemplos de época romana, árabe ou medieval e que seguiram/continuaram em funcionamento até bem entrado o século XX; ou a Rota do Castanhal, ideal para realizar com meninos e que decorre por um floresta de castanheiros único nesta latitude, por antigos caminhos empedrados desde/a partir de os que se usufrui da rica arquiteta vernácula. Para além de poder/conseguir usufruir de outros trilhos como o que conduz ao “Penhasco que se {menea}”, monumento {megalítico} que coroa a Serra de Montánchez.

Montánchez te vai a encantar, por sua rede de rotas {BTT}, 67 quilómetros divididos em cinco rotas circulares homologadas, trilhos cheios de história que põem em valor o ambiente natural e patrimonial de Montánchez. Sem esquecer as rotas equestres que decorrem pelo termo.

Montánchez te vai a encantar por sua gastronomia, com presuntos ibéricos únicos graças a uma cura natural num clima irrepetível a mais de 700 metros de altitude e com intensos ventos durante todo o ano, por seu azeite virgem extra procedente de oliveiras centenárias e cultivadas em terrenos {abancalados}, e pelo vinho da terra com cepas de vinha muito antigas.

Montánchez te vai a encantar por a sua oferta de alojamentos turísticos, com mais duma vintena de estabelecimentos nos que pernoitar entre pensões, hotéis e casas rurais.

Montánchez te vai a encantar por sua grande oferta gastronómica, por seu {cañeo}, pela grande vida cultural que se respira em suas ruas, por suas paisagens, seu rico património e sua típica arquitetura de serra.

Montánchez te vai a encantar, porque se têm tomado toda turma de precauções face ao {COVID}, porque há espaço mais que suficiente para que todos; vizinhos/moradores e visitantes, usufruam sem pôr em risco a saúde e sem renunciar a tudo o que oferece a vida num povo/vila situado numa posição estratégica, justo no centro de Mérida, Cáceres e Trujillo, as três cidades Património da Humanidade da Extremadura.