Menú

El Periódico Extremadura | Quarta-Feira, 1 de abril de 2020

Madrigalejo, nervoso diante da chegada de seu grande dia: o Quinta-feira de Comadres

Na próxima quinta-feira, 20 de Fevereiro, celebra-se esta festa prévia a carnavais. Os {madrigalejeños} estão a marchas forçadas com todos os preparativos para uma jornada com mais de 200 anos de tradição e na qual os cavalos e a gastronomia são protagonistas

REDACCIÓN caceres-prov@extremadura.elperiodico.com MADRIGALEJO
16/02/2020

 

Madrigalejo já tem tudo pronto/inteligente/esperto para celebrar sua Quinta-feira de Comadres, uma festa que começa a tarde noite de quarta-feira 19 de Fevereiro, com ‘o {escaliento}’, e que se desenvolve durante tudo na quinta-feira 27 de Fevereiro. Trata-se de uma celebração da que se desconhece sua origem, mas que leva comemorando-se mais de 200 anos no município e na qual as chacinas de matanças, omeletas de batatas, os doces típicos e o vinho de {pitarra} põem o toque gastronómico.

Os detalhes os deu a conhecer o vereador de Festejos, Javier Rodríguez, que explica que Madrigalejo se encherá de vizinhos/moradores, visitantes, forasteiros e turistas fiéis a esta festa anual, quarenta dias antes da Páscoa. As atividades começam na quarta-feira 19 à tarde noite, reunindo-se na praça/vaga da Ermida. Ali se assarão e se degustarão {choricillos} e vinho de {pitarra}, ao ritmo da música para começar com ‘o {escaliento}’. Na Quinta-feira de Comadres começa às 8 da manhã com as {Bicis} Despertador. Consiste na saída de todos os meninos do povo/vila em {bicis} e com latas atadas, para o despertar dos vizinhos/moradores, anunciando o grande dia. Será o replique de sino das 9 horas o que levante aos mais preguiçosos, para continuar com o pasacalles de reboques, carroças, etc., ao ritmo da charanga e as canções típicas.

DESFILE/CORTEJO DE CAVALOS / Às 11.00 horas, a praça/vaga de Espanha se cheia de multidão para ver a exibição e desfile/cortejo de cavalos, burros, carroças e demais cavalgaduras. Todos eles vão ataviados para a ocasião, e juntamente com a exibição de danças regionais, porão o broche das atividades da manhã. Às 12 horas se sai até à antiga estação de comboio da localidade, a apenas um quilómetro de distância, onde se passa uma jornada de campo, partilhando entre todos e acolhendo aos que lhes visitam. Ali, está previsto dança e verbena durante toda a jornada, para além de uma grande {cucaña} para os mais atrevidos, concurso de fitas para cavaleiros, etc.. Chegadas as 20.30 horas, todos vão de novo à praça/vaga do povo/vila, onde a charanga faz o último pasacalles e culmina a festa numa tenda de quase mil metros quadrados. Ali todos usufruirão de mais de quatro horas ao vivo com o grande espetáculo da Orquestra Novo {Cobalto} {Show} e depois o espetáculo de Roberto Corrales.

O vereador de Festejos, destaca que Madrigalejo, volta a abrir um ano mais as portas de sua localidade para todos aqueles que queiram usufruir desta festa, que oferece tradição, cultura, gastronomia e, sobretudo, boa vizinhança para os que visitam o povo/vila.

Além disso, o vereador insiste em que os {madrigalejeños} vivem com paixão este sentimento do Quinta-feira de Comadres, que se transmite de geração em geração e que todos os vizinhos/moradores saem a usufruir deste grande dia. Finaliza Rodríguez agradecendo a quantos duma forma ou outra colaboram e participam de atividades e preparativos para que tudo esteja quase e saia à perfeição para o usufrua de todos.

As notícias mais...