Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 23 de novembro de 2017

Honores a São Isidro Labrador

La Capital de la Raya {Hispanolusa} festeja a su patrón con procesión y toros

REDACCIÓN
13/05/2017

 

Valencia de Alcántara, Capital da Raya {Hispanolusa}, honra na próxima segunda-feira dia 15 de maio a são Isidro Labrador, seu patrão, nuns festejos considerados de Interesse/juro Turístico Regional.

Os atos estão organizados pela Associação São Isidro Labrador, com a colaboração do Câmara Municipal de Valencia de Alcántara, Mancomunidad (conjunto de municípios) Serra de São Pedro, Assembleia provincial Provincial de Cáceres e Direção Geral de Turismo da Junta de Extremadura.

O programa compreende a tradicional procissão em honra a são Isidro, festejo de farpas hispano-luso e uma grande verbena popular, entre outras atividades.

La celebração de São Isidro Labrador em Valencia de Alcántara se iniciou nos anos 40 como uma homenagem dos homens do campo até seu patrão. Os atos celebravam-se na Igreja da Encarnación, na qual pessoas ataviadas com o trouxe tradicional realizavam oferendas ao santo. Seguidamente, agricultores e pecuários, levavam a ombros em procissão à imagem pelas ruas do povo/vila.

Com o passo dos anos, foram somando à procissão vizinhos/moradores montados a cavalo com fatos regional, burros, {carretas} arrastadas por {bueyes} ou vacas, e tratores {engalanados} representando cenas de La Campina ou das diferentes épocas do campo: hortas, eras, campos semeados, etc..

Em 1958, a Irmandade de Agricultores e Pecuários decidiu criar uma série de atos extraordinários nesta festividade, dando um impulso especial à romaria, criando um concurso de carroças e convidando a participar a companheiros das povoações vizinhas da região e de Portugal.

Desde então, ano após ano tem ido aumentando o número de associações, associações ou grupos de amigos que preparam suas cavalgaduras ou carroças para acompanhar a São Isidro. Esta alta participação junto à relevância turística da festa, e seus valores culturais e de salvaguarda das tradições, fez que a Romaria de São Isidro fora declarada pela Junta de Extremadura Fiesta de Interés Turístico {Regional} el 13 de {Junio} de 1989.

Desde sempre, os diferentes grupos de coros e danças da época têm acompanhado a procissão. A partir dos anos 80, e como início da festa, realiza-se a média/meia amanhã no Parque de Espanha a celebração da missa tradicional extremenha, presidida pelas autoridades locais e regionais e cantada pelo grupo folclórico local {Juéllega} Extremenha.

Terminado o ato religioso, começa o desfile pelas diferentes ruas da povo/vila, sendo de especial interesse/juro o passo pela rua Hernán Cortés, pela afluência de público nesta zona, para além do atrativo visual que oferece a formação das cavalgaduras e as demonstrações de habilidade por parte dos jóqueis.

Na atualidade, o programa de festejos, que está organizado pela Associação São Isidro Labrador em colaboração com a câmara municipal, associações, empresários e particulares, compreende uma semana de atividades que começam a semana anterior com {jincanas}, exposições e concursos agropecuários, {pasacalles} e danças populares, e culmina o dia 15 com a procissão e um festival taurino.

GRANDE AFLUÊNCIA / Alberto Piris, presidente da Câmara Municipal de Valencia de Alcántara, explica que esperam para no domingo dia 15 uma afluência de milhares de pessoas, não só/sozinho procedentes da população e arredores, mas também muitos chegados de povos/povoações vizinhos/moradores de Portugal.

«Cada ano são mais os vizinhos/moradores que se animam a vestir-se com os fatos típicos de Valencia de Alcántara e também os que {deciben} participar como jóqueis na procissão, já que há um grande hobby/adeptos pelos cavalos», indica Alberto Piris.

Uma das singularidades da jornada é sem dúvida o festejo taurino, que é já uma cita/marcação/encontro importante da época. O presidente da Câmara Municipal destaca a importância do ferro dos novilhos-touros, {Victorino} Martín. La presença de {forcados} e {recortadores} é uma procura da população, pelo que se inclui no festejo. Além disso, tem a particularidade de que um guitarrista e um cantor de flamenco flamenco acompanha a lida, num espetáculo certamente surpreendente.

La jornada também é uma excelente oportunidade para usufruir da rica gastronomia da zona e assim o recorda o presidente da Câmara Municipal de Valencia de Alcántara. «É um dia que muitos aproveitam para comer nos diferentes estabelecimentos da população», indica.

Alberto Piris recorda que Valencia de Alcántara é por direito próprio Capital da Raya {Hispanolusa} e assim o {consignó} em sua apresentação na última edição da Feria Internacional de Turismo ({Fitur}).

As notícias mais...