+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Casar de Cáceres Bolo, natureza e tradição

O Plano Reativa Casar fomenta as visitas ao município com presentes para os viajantes. A XXVI Semana da Torta del Casar será de 10 a 16 de Outubro

 

Charca. Um pescador na charca de Casar de Cáceres. - o jornal

Gastronomia. O público amontoa-se para degustar queijos na Semana Europeia do Queijo em Casar. - o jornal

Redacción AA MONOGRÁFICOS
12/07/2020

Casar de Cáceres, em plena Via da Prata romana, Caminho para os rebanhos Real {Soriana} Ocidental e Caminho de Santiago, é um município que desperta a curiosidade do viajante que procura sempre experiências novas. Internacionalmente conhecida por dar nome a um queijo único, a Torta del Casar, também é um espaço que combina à perfeição a tradição, a festa e o cuidado pelo ambiente natural.

O presidente da Câmara Municipal de Casar de Cáceres, Rafael Pacheco, destaca esse peso específico que tem para os amantes da gastronomia e para aqueles que desejam saber os segredos da Torta del Casar. O primeiro vereador {casareño} destaca a data para a celebração XXVI edição da Semana da Torta del Casar, que provoca o interesse/juro dos amantes deste produto singular: a ponte do Pilar. Assim, recorda que esta vigésimo sexta edição se desenvolverá de 10 a 16 de Outubro e acolherá diferentes atividades para oferecer este autêntico tesouro gastronómico. Além disso, de 10 a 12 de Outubro, Casar de Cáceres será também cenário da quinta Feria Europeia do Queijo, que inclui oficinas, degustações comentadas e demonstrações culinárias. Será um momento idóneo para conhecer a rica gastronomia local graças à Rota da Tampa/petisco, que chega a seu décimo primeira edição. Os mais aventureiros poderão participar na XV Rota Transumante, que inclui miolos, {ordeño} e sorteios.

A Semana da Torta del Casar é um dos grandes momentos do ano na localidade e acolhe visitas das escolas da região às queijarias e degustações especializadas a cargo de peritos {queseros}. O objetivo é oferecer o estreitamente de pecuários, {queseros} ou distribuidores que realizam uma grande lavor/trabalho de criação de riqueza não só/sozinho em Casar de Cáceres mas em toda a região e o país.

Uma boa notícia para o município é o Plano Reativa Casar, aprovado com o apoio tanto/golo do grupo socialista como do popular na câmara municipal {casareño}. Um dos pilares deste plano é o apoio ao sector turístico para o qual se habilitam ajudas e alguns incentivos como passes ou presentes para aqueles que visitem Casar de Cáceres. “{Realizaremos} uma campanha para animar a visitar o município em base à Torta del Casar com a reabertura do museu da Torta del Casar e do Centro de Interpretação da Cultura Pastoril. {Recordamos} que todas as empresas cumprem todos os protocolos para ser um destino seguro”, explica Rafael Pacheco.

Dentro desse plano pôs-se em marcha uma audioguia para que todas as pessoas que entrem em Casar de Cáceres possam desde/a partir de seu dispositivo telemóvel aceder à informação do município, com {audios} em castelhano, francês e inglês. Todos aqueles que se alojem em Casar de Cáceres vão a receber/acolher um lote de produtos locais.

Da mesma maneira, pôs-se em marcha uma campanha de publicidade através do projeto da Cadeia Ser ‘Ombros de Gigante’ e se fomenta o turismo através da internet e as redes sociais. É por isso que, da mão de empresas locais, se estão preparando umas aplicações para telemóvel gratuitas através das quais possam oferecer seus produtos.

Como município saudável que é, Casar de Cáceres tem desenhado um completo calendário de atividades baixo/sob/debaixo de umas estritas normas e medidas preventivas. Terá oficinas de iniciação e aprendizagem de reciclagem que começam em finais de neste mês e se estenderão tudo o mês de Agosto, bem como uma jornada para conhecer a canoagem.

Para os mais pequenos se tem preparado um programa de atividades e jogos temáticos {pre}-desportivos que se denomina Superterça-feira Infantis. Também terá uma minirota turística noturna, uma gincana multidesportiva, uma rota de cinema ‘{Cinesport}’ e uma minicorrida/curso infantil. Para aqueles que desejem competir/rivalizar/disputar em plantel/elenco se têm preparado um torneio de Futebol 7, Futsal Sénior, {Voley} Praia Sénior e {Voley} Praia Feminino.

Os jovens podem participar em torneios {voleybol} 2x2 e 3x3 que se desenvolverão ao longo/comprido dos meses de Julho e Agosto. O programa também compreende uma secção de desporto na rua, com atividades que se desenvolverão em horário de tarde noite em diferentes pontos do município. Inclui um passeio pedestrianismo noturno, o IX Cross Noturno Circuito Barragem Nova e a Marcha {Ciclomontaña} Noturna.

Terá atividades em formato de liguilhas curtas como os torneios de bocha, ténis, padel, ténis de mesa e xadrez. Também terá ginásio ou atividades grupais guiadas.

Durante as famosas Festas do Ramo estão previstas umas ações específicas como a Corrida/curso Popular Noturna, a XXVIII Marcha {Ciclomontaña} ou o Troféu O Ramo de Natação.

A Universidad Popular Helénides de Salamina também tem preparado um completo programa de atividades. Uma data assinalada será o 17 de Julho com o {Super} Cumpre {Casareño}, uma festa pensada para felicitar àqueles meninos que não puderam celebrar seu aniversário durante o confinamento. Como todos os anos a piscina será o epicentro do Acampamento Urbano Municipal, onde igualmente terá turmas de {aquazumba} e {pilates}.

Os amantes da sétima arte poderão usufruir com a sala de aula de cinema às quartas-feiras e o autocinema, que o 12 de Agosto passará o filme ‘Noite de jogos’. Igualmente se oferece a possibilidade de aprender inglês e de aumentar conhecimentos por meio de cursos ou na sala de estudos, que permanecerá aberta.

As Festas do Ramo, de tanta tradição em Casar de Cáceres, estão previstas os dias 3 a 8 de setembro e na atualidade se prepara um programa adaptado às exigências de segurança do {covid}-19. Casar de Cáceres espera conseguir a declaração de interesse/juro regional para suas Festas do Ramo. A festividade –que aspira ao Interesse/juro Turístico Regional- celebra-se sempre o primeiro fim-de-semana de setembro e tem sua origem na oferenda que os agricultores faziam ao terminar de recolher a colhe do estio para agradecer os resultados. Este agradecimento é o que se relembra na tradicional Mesa do Ramo.