+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A Câmara Municipal executa um plano com 23 medidas, de ajudas sociais, para autónomos/trabalhadores independentes, para dinamizar o confinamento e impulsionar a atividade económica com a posta em marcha de diversas obras

A Praça/vaga de Espanha se está reformando, decorando com {esgrafiados} a fachada do Convento e se tem construído uma nave pecuária

 

{Esgrafiado}. Decoração da fachada lateral do Convento de Valdefuentes. - EL PERIÓDICO

Obras. Trabalhos de reforma na praça/vaga de Espanha de Valdefuentes. - EL PERIÓDICO

Redacción AA MONOGRÁFICOS
10/05/2020

A Câmara Municipal de Valdefuentes está a desenvolver um Plano com 23 medidas para fazer frente às consequências do {covid}-19 e reativar a economia do município. O presidente da Câmara Municipal de Valdefuentes, Álvaro Arias, explica que estas medidas compreendem, desde/a partir de ações de desinfeção diária, informação constante aos cidadãos, fornecimento gratuito de máscaras e de diverso material, suspensão de taxas, ajudas para os trabalhadores independentes e a assistência social aos vizinhos/moradores que o necessitem. Além disso, de impulsionar a atividade económica, com obras como a Reforma da Praça/vaga, Acondicionamento do Caminho dos Pontões, a decoração com {Esgrafiados} da fachada lateral do Convento, Construção duma nave pecuária.

A câmara municipal está informando pontualmente aos vizinhos/moradores de todas as medidas e recomendações adotadas no decreto de Estado de Alarma e as sucessivas resoluções, solicitando'ls colaboração e responsabilidade, e da situação epidemiológica da localidade.

A Câmara Municipal se está ocupando (desde/a partir de no passado 17 de Março) da desinfeção diária daquelas zonas mais concorridas e transitadas do município através dos trabalhadores do próprio Consistório e doutras Instituições, para além de diversas desinfeções através do {Sepei} das dependências interiores das duas Residências da localidade; e com meios próprios e com a colaboração de vários vizinhos/moradores tem realizado 4 desinfeções gerais de todas as ruas do município. Também e segundo nos comenta o presidente da Câmara Municipal “se têm distribuído de maneira gratuita mais de 150 ecrãs de metacrilato entre todos os trabalhadores do Centro de Saúde, das duas Residências e de todos os organismos e estabelecimentos comerciais que têm um serviço de atenção ao público”. Nesta linha se tem procedido à distribuição gratuita aos vizinhos/moradores de mais de 800 pares de luvas de látex e de mais de 1.500 máscaras (o material foi comprado pelo Câmara Municipal a uma empresa espanhola) com uma proteção de {PVC} em seu interior (doada por uma empresa cacerenha) e confecionadas estas por 30 vizinhas.

Em Valdefuentes som habituais as mensagens diários/jornais de ânimo aos vizinhos/moradores, por meio de diferentes coletivos, associações, etc., por diversos meios: megafones da Câmara Municipal, {app} municipal, redes sociais, megafones em veículos, etc., e mensagens de agradecimento e reconhecimento público por meio de redes sociais a todos os coletivos essenciais que mais estão a trabalhar e sofrendo esta pandemia. As amostras de dor e afeição a todas as vítimas e seus familiares som também institucionais, ondeando a média/meia haste e com faixa negra preto desde/a partir de no passado 29 de Março, as bandeiras situadas no varanda do Câmara Municipal de Valdefuentes, que permanecerão assim enquanto perdure esta situação.

O telemóvel também tornou-se numa ferramenta para enviar as felicitações ao telefone a todos os vizinhos/moradores que cumpriram anos durante o confinamento, entregando-lhes além disso um diploma; também se está utilizando este meio para dar ânimo e apoio a todas as empresas locais e às pessoas mais vulneráveis, e se têm realizado, sempre respeitando as normas estabelecidas, simples homenagens, como os levados a cabo a um casal que cumpria seus bodas de ouro e a uma vizinha que cumpriu os 100 anos durante este período de alarma. Também se tem procedido a ajudar aos escolares na realização das fotocópias necessárias para suas tarefas, distribuindo o material escolar em seus domicílios, mesmo proporcionando conexão a internet gratuito a quem o tem necessitado.

Além disso desde/a partir de a Câmara Municipal se têm distribuído diversos presentes entre a população, como máscaras infantis, {adaptadores}, t-shirts com mensagem de ânimo, entre outros.

Para dinamizar o confinamento desde/a partir de a Câmara Municipal em colaboração com alguns vizinhos/moradores se têm organizado diversos jogos e concursos por meio de Redes Sociais, {YouTube}, On Line, etc.

As duas residências de maiores/ancianidade receberam diverso material, doado tanto/golo pelo Câmara Municipal de Valdefuentes como por outras Empresas e Instituições (Assembleia provincial, {Sepad}) que deram ({Tablets}, Máscaras, {Gel}, Luvas, {Epis}, Comida/almoço, etc..)

Naturalmente, outra importante medida adotada foi dotar aos trabalhadores do Câmara Municipal, cujo risco é maior/velho, de Equipas de Proteção Individual.

AJUDAS SOCIAIS. Também se tem procedido à entrega de Alimentos às famílias em situação de Emergência Alimentar, em colaboração com Cruz Vermelha, Banco Alimentar e Diputación de Cáceres, e desde/a partir de o passado dia 1 de Maio através do Câmara Municipal de Valdefuentes pôs-se em marcha uma iniciativa denominada ‘Menu Solidário’, pela que se lhes serve diariamente em seus domicílios às pessoas mais necessitadas, de forma gratuita, a comida/almoço como a jantar.

Através dos trabalhadores do Câmara Municipal e da empresa que gere os Apartamentos Tutelados se têm entregue as compras a domicílio aos vizinhos/moradores que o necessitavam.

ATENÇÃO PSICOLÓGICA. Igualmente se tem contratado e um Serviço de Atenção psicológica gratuita, telefónica, on line, e deslocando-se aos domicílios particulares, para ajuda emocional aos vizinhos/moradores que o necessitem e o demandem.

AJUDAS ECONÓMICAS. A Câmara Municipal de Valdefuentes tem aprovado diversas ajudas destinadas aos autónomos/trabalhadores independentes que têm tido que fechar seus negócios ou que têm visto sensivelmente diminuídos seus rendimentos por falta de atividade empresarial. Assim, do orçamento da Feria Agroalimentar, que foi suspendida pelo Câmara Municipal antes de decretar-se o Estado de Alarma, se pagaram no passado 23 de Abril 225 {€} por cada autónomo/trabalhador independente que solicitou dita ajuda, Também se tem acordado deixar sem efeito o cobrança da taxa por ocupação de via pública (terraços e veladores) aos estabelecimentos comerciais (bares, cafetarias). Igualmente proceder-se-á à devolução da taxa de Recolhida de Resíduos Sólidos Urbanos, às empresas que durante esta situação de Emergência Sanitária e de Estado de Alarma tenham tido que fechar seus negócios, ou tenham diminuído sensivelmente sua atividade, e que apresentem a correspondente pedido/solicitação.

Também se suspendeu o cobrança da quota para os alunos da Escola Municipal de Música e da Creche Municipal, incluindo Março.

O presidente da Câmara Municipal de Valdefuentes, Álvaro Árias acrescenta: “Estamos impulsionado a atividade económica com a posta em marcha de diversas obras: Reforma da praça/vaga e Acondicionamento do Caminho dos Pontões, Decoração da fachada lateral do Convento com a técnica do {Esgrafiado}, (ambas obras executando-se atualmente) e construção duma nave pecuária (realizada durante o Estado do Alarma)”, além disso estamos redigindo um projeto para a mudança de todas as redes de abastecimento da localidade, nos próximos dias se acometerá a obra eletrificação do polígono do {Regajo}, e se acometerão as obras de desdobre de fibra ótica para a implantação duma rede {FTTH}.

Finalmente o presidente da Câmara Municipal assinala: “Estas som as medidas e iniciativas mais importantes que levámos a cabo durante estes quase dois meses, dependendo da evolução da situação, iremos tomando outras medidas de apoio a nossas empresas e nossos autónomos/trabalhadores independentes, para reativar a economia e o emprego local, com ajudas diretas se fora necessário, já que estes som os verdadeiros motores da geração de emprego, riqueza, progresso e bem-estar da nossa localidade e do nosso país; para além de seguir/continuar mantendo as ajudas Sociais para aquelas pessoas que mais estão a sofrer esta situação. Somente espero e desejo que as diferentes Administrações Públicas (entre elas a nossa) estejamos à altura do que nossos trabalhadores e nossas empresas necessitam e se merecem”.

A câmara municipal tem aprovado nesta semana dedicar um monumento a todas as vítimas do {covid}-19 e em agradecimento a todos os coletivos que lutaram contra a pandemia.