+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A Câmara Municipal concentra esforços em ajudar a empresas e autónomos/trabalhadores independentes

Mais de 600 candidatos/candidatas concorrem às ajudas que a câmara municipal tem habilitado/tesoureiro para fazer frente à crise

 

Encontro. O presidente da Câmara Municipal reúne-se com empresários e profissionais para desenhar estratégias. - EL PERIÓDICO

Desinfeção. Trabalhos de desinfeção face à câmara municipal. - EL PERIÓDICO

Redacción AA MONOGRÁFICOS
10/05/2020

A Câmara Municipal de Coria (13.000 habitantes) tem posto em marcha uma bateria de medidas económicas com o objetivo posto em diminuir o impacto do coronavirus no desenvolvimento do município. “Temos que manter, na medida das nossas possibilidades o tecido empresarial da cidade em todos os seus âmbitos”, explica o presidente da Câmara Municipal {cauriense} José Manuel García Ballestero.

É por isso que desde/a partir de a Câmara Municipal de Coria puseram-se em marcha ajudas económicas em todos os sectores produtivos da {cuidad}. Para poder/conseguir articulá-las se solicitaram dados de todas as empresas e autónomos/trabalhadores independentes que operam ou têm sua sede em Coria.

Neste ambicioso projeto têm tomado parte todas as assessorias e lojas jurídicas da cidade para aproveitar assim a informação de que dispõem. “A resposta foi excelente e temos trabalhado muito bem com elas, que têm classificado as empresas e suas circunstâncias como locais em aluguer, número de trabalhadores, trajetória… Para fazer-nos uma ‘foto fixa’ da realidade económica de Coria. Obrigada/obrigado se receberam mais de 600 pedidos/solicitações de pme e autónomos/trabalhadores independentes. O sector da hotelaria e o comércio engloba quase o 60 por cento do total. Uma vez que tenhamos todas os pedidos {estableceremos} um mínimo e um máximo de ajuda para cada empresa e dependendo dos sectores. Entendemos que o sector da hotelaria e o turismo vai ser um dos mais castigados”, explica o presidente da Câmara Municipal.

José Manuel García Ballestero informa que, em grande parte, estas ajudas vão a nutrir das feiras, festas e acontecimentos que se têm tido que adiar ou suspender por culpa do estado de alarma. Neste sentido, destaca a suspensão das Festas de San Juan, com categoria de Interesse/juro Turístico Regional, que estavam previstas para o mês de Junho e que têm um orçamento aproximado de 250.000 euros, dos que se beneficiarão empresários e autónomos/trabalhadores independentes.

Além disso, estas ajudas vão a estar acompanhadas dalgumas isenções ou bonificações fiscais, especialmente para empresas turísticas ou do mundo do automóvel. No sector da hotelaria usufruirá de modificações nas taxas que se referem à de ocupação da via pública pelas terraços tanto/golo para o que diminui de 2020 como para o 2021. Concretamente trata-se de uma isenção do 100% de dita taxa no que diminui do exercício atual e além disso far-se-á uma redução do 50% durante tudo o 2021. Outra ação similar se articula para a venda ambulante no feira, com isenção de taxas em todo o 2020.

“Acredito/acho que temos de ter muito presente que as instituições que têm que ajudar principalmente som as comunidades autónomas e o Governo de Espanha. As Câmaras Municipais temos recursos muito limitados e também vamos a sofrer uma diminui de rendimentos muito importante. A Câmara Municipal de Coria tem um orçamento aproximado de 12 milhões de euros e só/sozinho o capítulo de Pessoal som 6 milhões e a isto temos de somar muitas despesas correntes, como manutenção de jardins, lixos…”, explica o presidente da Câmara Municipal.

SERVIÇOS. Acrescenta o primeiro vereador {cauriense} que, embora a população recenseada é duns 13.000 habitantes, existe uma população flutuante muito importante, que obriga a dar serviços a 18.000 pessoas. “Minhas prioridades atualmente som manter todos os serviços, ajudar tudo o que possamos a nossas empresas e autónomos/trabalhadores independentes, que para nós som prioritários, pois som os verdadeiros geradores de emprego e riqueza, e sem perder de vista aos vizinhos/moradores e famílias que necessitem nosso apoio”, indica José Manuel García Ballestero.

Uma das virtudes do presidente da Câmara Municipal {cauriense} é sua preocupação por tomarle o pulso à cidade, mantendo's em contacto com empresários e autónomos/trabalhadores independentes, com cujos representantes mantém encontros jornais, bem ao telefone ou redes sociais, ou {presencialmente} guardando as mais estritas medidas. “Som muitas as dúvidas e perguntam que nos apresentam ao longo do dia e às que lhes damos cumprida resposta”, indica.

Também se seguem/continuam realizando plenários/plenos presenciais no Câmara Municipal de Coria, pois desde/a partir de a equipa de governo se entende que a atividade consistorial não se pode parar e os políticos devem dar exemplo. “As instituições têm que funcionar. O controlo parlamentar tem que seguir/continuar e o legislativo. Os parlamentos das câmaras municipais têm que seguir/continuar adiante”, diz.

Fruto desta atividade foi a aprovação por unanimidade de todos os grupos municipais de um processo de modificação de créditos do orçamento em vigor na modalidade de suplemento por um montante de 350.000 euros para despesas gerais do Patronato da Lar da Terceira idade.

Coria também deu exemplo estes dias de solidariedade por meio de seus cidadãos, que como noutras localidades extremenhas, têm adquirido ou elaborado material sanitário na luta contra o {covid}-19. “Em Coria os vizinhos/moradores foram e som muito solidários”, anota o presidente da Câmara Municipal.

De outro lado a Policia Municipal, que passou a depender da Guardia Civil pelo estado de alarma, tem repartido os livros de texto da terceira avaliação em apoio aos escolares {caurienses} alunos da escola concertado Sagrado Coração para que estes «possam seguir/continuar adiante com o curso escolar». Tudo isso se completa com a excelente lavor/trabalho que realiza o grupo de Proteção Civil, que se {vuelca} por completo em todas as atividades que temos de realizar com carácter de urgência.

Coria destaca por suas feiras e festas, especialmente vinculadas com o mundo do touro, que têm tido que suspender-se, como a Feria do Touro ou os conhecidos {Sanjuanes}, bem como todas as de suas freguesias Canto do Bispo e {Puebla} de {Argeme}, o que supõe um duro golpe para seus vizinhos/moradores.