Menú

El Periódico Extremadura | Terça-Feira, 21 de janeiro de 2020

O alma do nosso povo/vila

RAFAEL Pacheco
29/08/2019

 

Um ano mais, como faz mais de quatrocentos anos, as Festas do Ramo voltam a nosso povo/vila para {recordar} nosso passado, para reunir-nos em torno da Mesa do Ramo, com os melhores produtos dos nossos campos, {salidos} das melhores mãos dos nossos conterrâneos e conterrâneas.

As festas representam o alma dos povos/povoações. Elas dizem muito da personalidade e o carácter de cada coletividade. As nossas têm que ver com o respeito aos defuntos, a nossos antepassados que ajudaram a conformar o que hoje somos: um povo/vila que respeita suas tradições, mas que também descobre dia-a-dia o futuro onde nossos filhos e filhas habitarão. Um povo/vila que ao mesmo tempo que cuida seu passado, está à vanguarda nas conquistas económicas e sociais, culturais e arquitetónicas, artísticas e desportivas, e em todos e cada um dos aspetos da vida. É nessas conquistas desportivas onde {encontramos} ao pregoeiro das nossas Festas do Ramo 2019, a Juan Vicente Izquierdo Rey.

Por isso, desde a Câmara Municipal quisemos refletir os sentimentos de tudo o povo/vila até as Festas do Ramo e até a Confraria de Almas com a instalação duma escultura em sua homenagem, representativa das azinheiras que constituem também uma homenagem a este árvore que {jalona} cada uma das quatro esquinas da Mesa do Ramo. E {seguiremos} insistindo em que esta festa seja reconhecida por sua peculiaridade e sua história através de sua declaração como Festa de interesse/juro regional, petição/pedido que a corporação municipal, por unanimidade, tem aprovado.

Para que seja um pedido de todas e todos, pediremos a tudo o povo/vila que se uma a esta petição/pedido tanto/golo com sua firma/assinatura/assina como com sua participação na Mesa do Ramo.

Como em anos anteriores, quero agradecer a participação na organização das Festas às associações e associações do nosso povo/vila, que através da comissão de festas participam em sua confeção, bem como ao pessoal do Câmara Municipal e das empresas que durante estes dias estarão garantindo que possamos divertir-nos e a aqueles que colaboraram em seu financiamento. Também naturalmente à Confraria de Almas, salvaguarda desta tradição, e às pelouros da Câmara Municipal que têm cuidado até ao mais pequeno detalhe da programação.

Já somente fica convidar a que {disfrutemos} das Festas do Ramo como os {casareños} e {casareñas} sabemos fazer: Dando-o tudo para usufruir em concórdia e respeito até os demais e especialmente desterrando qualquer princípio de violência de género, mas também oferecendo nossa hospitalidade e generosidade a aqueles que nos visitarão estes dias.

Felizes Festas do Ramo 2019.

As notícias mais...