+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

{Yáñez} defende a legalidade na contratação do novo {logo}

 

REDACCÓN MÉRIDA
20/02/2020

A porta-voz do governo municipal, Carmen Yañez, defendeu ontem, em resposta às acusações de Unidas por Mérida, a legalidade do processo de adjudicação da mudança da imagem corporativa da instituição e destaca que se fez a preço de mercado. A confluência entre Izquierda Unida e Podemos denúncia num comunicado que a contratação do {logo} se fez «a dedo» e pede ao plantel/elenco de governo que explique as diferenças entre as condições desta contratação em comparação com as efetuadas por outras câmaras municipais ou mesmo com contratos similares do próprio consistório emeritense. Se bem, a confluência reconhece que «o procedimento é perfeitamente legal».

{Yáñez}, que critica que não tenham solicitado informação ao governo local, esclarece que se pediu orçamento a várias empresas de design e se tem escolhido o mais baixo. A vereadora assinala que o estreitamente contratando não se baseia unicamente na criação de um manual de identidade, já que além há um acompanhamento constante do desenhador para a correta implementação da imagem municipal em todos os âmbitos necessários. O preço pago pelos serviços, segundo Unidas por Mérida, se situa muito em cima do mercado, algo que rejeita de plenário/pleno a câmara municipal emeritense.