Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 22 de junho de 2018

O valor educativo da artesanato

Um trintena de jovens de entre seis e doze anos participam durante dois jornadas nos oficinas organizados por Terracota Mérida para promover a cerâmico H O 4 de Janeiro se entregarão as peças aos escolares e terá um concerto de canções de Natal

por CARMEN HIDALGO merida@extremadura.elperiodico.com
31/12/2017

 

A artesanato e o design vão da mão. E com as mãos, precisamente, uma trintena de jovens de entre seis e doze anos têm realizado peças de cerâmica durante um curso que se celebrou os dias 27 e 28 de Dezembro em Terracota Mérida, dos irmãos Vinagre. O ceramista {Juanma} Pérez Vinagre foi o encarregado de dirigir esta iniciativa que procurava transmitir aos pequenos a ideia de que «com suas mãos e sua criatividade podem fazer pequenas obras de arte».

O professor artesão emeritense explica que a artesanato de hoje em dia «já não é algo residual enquadrado na cerâmica tradicional», se não que na atualidade vai um pouco/bocado mais além e estende até «uma fusão do design com a artesanato». Em definitiva, trata-se de procurar a simbioses do tradicional com o artesão, com a que se identifica a marca Terracota.

Durante o desenvolvimento dos oficinas, que tiveram uma duração de duas horas cada dia, os jovens participantes realizaram peças de decoração romanas e natalícias. O foque consistiu em transferir aos pequenos ceramistas a {Saturnalia}, a época romana em que celebrava-se a Natal. Por isso, os participantes realizaram três deusas romanas em cerâmica de {gres} branco, mas sem que faltasse o toque contemporâneo mediante a criação de peças decorativas natalícias mais atuais como estrelas, árvores natalícias e anjos. Também, durante o desenvolvimento destes oficinas se projetou um vídeo sobre/em relação a as peças do museu e se deu uma pequena conversa formativa.

O próximo 4 de Janeiro, às sete da tarde, se fará entrega a cada aluno das peças que realizaram após ter passado pelo oficina de Terracota para dar-lhes os últimos retoques. Também terá um concerto de canções de Natal de um grupo de alunos da escola das {Escolapias}.

«Terracota queria seguir/continuar promovendo a artesanato através de um evento privado para que se conheça o que se está a fazer em Mérida», sustenta o ceramista, quem sublinha que por sua vez se queria destacar o papel do design, daí que participasse também no projeto o desenhador Carlos Sagrado. A atividade contou com a colaboração da Extremadura Avante, já que as obras de Terracota se comercializam com um etiquetado da marca Artesã da Extremadura. Para Vinagre, a artesanato atual «se está valorizando doutra maneira e vai a melhor. Agora temos de procurar que a artesanato seja uma experiência mais e personalizar a obra».

As notícias mais...