Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 24 de junho de 2018

Uma mostra alerta sobre/em relação a a «{invisibilidad}» das mulheres

A artista {Altea} procura potenciar o papel da mulher com seus quadros

REDACCIÓN
29/05/2018

 

O centro de lazer jovem O {economato} acolhe desde ontem a exposição ‘Mulheres sem rosto’, da jovem artista emeritense {Altea} W.J., que pretende mostrar «a {invisibilización}» que sofrem as mulheres em todos os âmbitos. A delegada de Educação, Silvia Fernández, o diretor-geral do Instituto/liceu da Juventude da Extremadura ({IJEX}), Felipe González, e a autora inauguraram a exposição, que se poderá ver até ao 17 de Junho, segundo recolhe/expressa a Câmara Municipal numa nota de imprensa.

A artista assegurou que através da mostra quis mostrar os conquistas conseguidas pelas mulheres ao longo/comprido da história, para que «a sociedade se consciencialize e se possam mudar as coisas». Por seu lado, Fernández pôs a disposição da artista e dos jovens todas as instalações municipais, para que mostrem «o valor artístico» da cidade, «especialmente se nasce desde a juventude e com uma reivindicação como o feminismo».

Cabe destacar que esta exposição serve «de pórtico» à celebração na cidade, os dias 1, 2 e 3 de Junho, do III Encontro da Comissão estatal 8-M, que organiza a Rede Feminilidade da Extremadura, com a colaboração da associação local Violeta, e que terá lugar nas instalações de {Ifeme}.

As notícias mais...