+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Procura-se proprietário de carro

O depósito municipal custodia desde há anos uma vintena de veículos que ninguém reclama. Um anúncio no boletim da província lança um último aviso aos proprietários para a sua retirada num mês

 

Via pública 8 A grua municipal retirando um veículo. - EL PERIÓDICO

ROCÍO ENTONADO
25/02/2020

Um Opel Corsa, uma Citroen Jumper, um Volkswagen Golf e inclusivamente um Audi A4 ou um BMW 318. São alguns dos veículos que tem em custodia o depósito municipal desde há meses e inclusivamente anos sem que ninguém tenha procedido a sua retirada. A Câmara Municipal de Mérida, através do Boletim Oficial de Província de Badajoz (BOPB) lançou ontem um último aviso aos proprietários para sua recolhida no prazo de um mês ou bem a cessão à Câmara Municipal, pois caso contrário converter-se-ão em sucata. O anúncio se publica depois de que não se tenha podido entregar a notificação nos domicílios dos afetados.

Ao ter decorrido mais de dois meses desde que se iniciou o depósito, se requer aos titulares para que no prazo de um mês procedam a sua recolhida, devendo pagar previamente as despesas correspondentes à retirada do carro da via pública com a grua e a estadia no depósito de acordo ao preço estipulado na ordenança. A maioria dos veículos do lista entraram no ano 2019, mas também os há de 2018, 2017 e inclusivamente 2011 e 2012. De facto, os mais antigos são um Renault Clio, um Opel Corsa e um Mercedes 190 que entraram entre Outubro e Dezembro de 2011. Quase todos os proprietários requeridos são emeritenses, embora também há utilitários procedentes de La Garrovilla, Guareña, Ribera del Fresno, Acebo (Cáceres), Peñarroya-Pueblonuevo (Córdoba), A Rinconada (Sevilla), Mollina (Málaga) ou Fuente o Saz do Jarama (Madrid).

No anúncio publicado no BOPB se especifica que se não fora do seu interesse a retirada do veículo, os titulares «só ficarão isentos de responsabilidade administrativa se o cedem a um gestor de resíduos autorizado ou à Câmara Municipal». Neste último caso, se devem personar no prazo de um mês nas dependências da Policia Municipal para formalizar os trâmites correspondentes. Se não o fizessem, proceder-se-á a seu tratamento como resíduo sólido urbano. Os veículos que se encontram nesta situação costumam ser carros abandonados e seu localização se faz muitas vezes por chamadas que fazem os próprios vizinhos à Policia Municipal ou por observação própria dos agentes, ao que se acrescentam outras pistas como a excessiva sujidade ou a baixa pressão dos pneus.

Quando se deteta um veículo nesta situação, se abre ata e se tomam dados. Um mês depois a Câmara Municipal se põe em contacto com o titular que consta em Trânsito e após 15 dias, o veículo se retira ao depósito.